Futebol Felipe Alves elogia elenco depois do empate com o Palmeiras no Allianz

Felipe Alves elogia elenco depois do empate com o Palmeiras no Allianz

Goleiro do São Paulo também analisou a dificuldade de defender um pênalti de Gustavo Scarpa, com jogadores a menos em campo

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Felipe Alves defende a bola durante a vitória do São Paulo contra o Avaí no Brasileirão

Felipe Alves defende a bola durante a vitória do São Paulo contra o Avaí no Brasileirão

RUBENS CHIRI/SITE OFICIAL DO SÃO PAULO (25.09.2022)

O São Paulo conseguiu um empate heróico no Allianz Parque, após ter dois expulsos e o goleiro Felipe Alves brilhar na partida com boas defesas, incluindo o pênalti cobrado por Gustavo Scarpa, na etapa final da 32ª rodada do Brasileirão.

"Jogo difícil. Até a expulsão estava bem equilibrado. A gente estava criando, sofrendo um pouco, mas criando também. Depois a gente teve que se defender um pouco mais, pude contribuir com algumas defesas, fico feliz, mas tem que parabenizar todos pela entrega e dedicação. Todo mundo se doou ao máximo, marcar com um a menos não é fácil. Tem que parabenizar o grupo", disse o camisa 1 são-paulino.

"É complicado, a gente vem de uma derrota em uma final, que pesou bastante para a gente, tem essa cobrança interna, pensando o que podemos fazer melhor. Sabemos que estamos em uma briga diária para classificar à pré-Libertadores. Esse ponto com certeza vai ser muito importante. Claro que é jogo após jogo, com muita calma, trabalho, dedicação, humildade, como foi hoje. Não é fácil somar pontos contra o líder fora de casa, com jogador a menos. É descansar bem, saber que temos um próximo jogo em casa. É fazer prevalecer o fator casa, com apoio do torcedor para alcançar nossos objetivos", acrescentou Felipe Alves.

Felipe Alves também falou sobre como estudou a possibilidade de impedir o gol do Palmeiras, naquele momento em que o São Paulo estava sendo pressionado no clássico.

"O pênalti é sempre mais difícil, você acaba tendo que fazer a leitura do batedor. Por mais que a gente estude, analise, eles também estudam os goleiros. Mas acho que o chute cruzado do Scarpa, que eu não consegui ver a bola saindo e depois saiu pertinho da minha trave, acho que foi a [defesa] mais difícil", analisou.

Com uma partida a menos, o Tricolor volta a campo nesta quinta-feira (20), diante do Coritiba, no Morumbi, às 20h, ainda sonhando com uma vaga na primeira fase da Libertadores de 2023.

Firmino, Neymar ou Kaká? Saiba quem são os maiores artilheiros do Brasil na Champions League

Últimas