Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Federação Espanhola defende Rubiales e pede suspensão das competições da Uefa

Se pedido for aceito, todas as equipes de futebol da Espanha ficam impedidas de participar das competições organizadas pela Uefa

Futebol|Do R7

Rubiales beijou Jenni Hermoso à força na premiação da Copa do Mundo Feminina
Rubiales beijou Jenni Hermoso à força na premiação da Copa do Mundo Feminina Rubiales beijou Jenni Hermoso à força na premiação da Copa do Mundo Feminina

A RFEF (Real Federação Espanhola de Futebol) pediu à Uefa, nesta segunda-feira, a suspensão da própria entidade em todas as competições internacionais, o que afetaria os clubes da Espanha e a própria seleção do país. A iniciativa é uma tentativa de defender Luis Rubiales, o presidente da RFEF, de possíveis interferências governamentais que tentam tirá-lo do poder.

Desde que beijou à força a jogadora Jenni Hermoso, na final da Copa do Mundo Feminina, o mandatário tem sofrido duras críticas por seu comportamento, das mais diversas partes do planeta. Foram inúmeras as manifestações para que saísse do poder após o episódio.

A medida da federação é vista como uma forma de silenciar justamente aqueles que o criticam, o que inclui ministros do governo espanhol, que pediram a destituição de Rubiales.

Se a suspensão for levada adiante pela Uefa, todas as equipes da Espanha ficam impedidas de disputar competições organizadas pela entidade. Isso inclui a Liga dos Campeões e a Liga Europa, por exemplo.

Publicidade

Isso poderia influenciar a opinião pública a favor de Rubiales, fazendo com que ele continue a comandar o futebol na Espanha. A tendência é que a Uefa não conceda essa suspensão à Federação Espanhola, de acordo com a agência de notícias The Associated Press.

As entidades que regem o futebol ao redor do mundo têm regras que proíbem a interferência de governos e políticos nas federações. Rubiales foi suspenso pela Fifa por 90 dias. Assim, não poderá participar de nenhum evento que esteja ligado ao futebol.

Publicidade

O pedido é algo inédito. Nunca na história uma federação pediu à Uefa para que deixe de participar de torneios europeus.

O objetivo era influenciar grandes e populares clubes como o Real Madrid e o Barcelona a aderir à causa de Rubiales, e também a seleção masculina. Além de presidente da federação, ele é vice-presidente da Uefa. A suspensão da Fifa continua válida enquanto o processo disciplinar estiver ocorrendo.

Não é só Rubiales: veja outros dirigentes que foram acusados de assédio sexual

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.