Futebol Ex-presidente da Federação Paranaense de Futebol é preso

Ex-presidente da Federação Paranaense de Futebol é preso

Onaireves Nilo Rolim de Moura é acusado de desvios de dinheiro ocorridos na entidade entre os anos de 1985 e 2007

  • Futebol | Do R7

Onaireves Moura foi condenado a 22 anos, 4 meses e 12 dias de prisão em regime fechado

Onaireves Moura foi condenado a 22 anos, 4 meses e 12 dias de prisão em regime fechado

Reprodução

O ex-presidente da Federação Paranaense de Futebol (FPF), Onaireves Nilo Rolim de Moura, de 64 anos, foi preso na tarde desta terça-feira (15) em São Paulo, por acusações de desvios de dinheiro ocorridos na federação entre os anos de 1985 e 2007.

O mandado de prisão foi expedido pela Justiça do Paraná, que condenou Moura a 22 anos, 4 meses e 12 dias de prisão em regime fechado, por estelionato, apropriação indébita e formação de quadrilha.

Localizado em São Paulo e detido pela Polícia Federal (PF), ele deve ser transferido para o Paraná ainda nesta semana.

O dirigente foi condenado em 2015, junto com outras oito pessoas. De acordo com a sentença, Moura comandava uma quadrilha que desviou recursos da FPF nos anos em que presidiu a entidade: "O réu utilizava a estrutura da federação e o prestígio que possuía frente a terceiros devido ao cargo que ocupava, para facilitar o cometimento dos crimes, atuando em diversos setores da FPF", diz um trecho da decisão.

A denúncia apontou ainda que Onaireves Nilo Rolim de Moura desviou dinheiro de arrecadação de cinco jogos do Campeonato Brasileiro de 2005, ocorridos em Maringá, no norte do estado.

Faça um tour pelos estádios do Paulistão 2022

Últimas