Ex-lateral de Palmeiras e Flamengo é detido por dirigir embriagado

Pablo Armero fugiu de blitz e acabou levado para posto de controle em Cali, na Colômbia. Lateral-esquerdo reclama de ter sido exposto em redes sociais

Armero jogou a Copa 2014

Armero jogou a Copa 2014

Divulgação

Pablo Armero foi detido pela polícia colombiana na manhã do último domingo (23), em Cali, após fugir de uma blitz e ser flagrado por dirigir alcoolizado. Segundo o que o subcomandante de trânsito William Bermúdez Devia afirmou ao site "El País", o lateral-esquerdo, que teve passagem pelo Palmeiras, de 2009 a 2010, e pelo Flamengo, em 2015, conduzia um veículo quando desobedeceu a uma ordem de parada. Alcançado, ele foi a um posto de controle.

Um vídeo em que Armero discute com os policiais circula nas redes sociais. Em entrevista à "Rádio Caracol", o jogador reclamou dessa situação.

"Eu fiz o teste (bafômetro), mas a policial disse que eu me saí mal. Não entendo porque me gravaram e puseram os vídeos nas redes sociais. Violaram o meu direito a privacidade.  Eu ia fazer o teste, mas os policiais começaram a me pressionar, a dizer que eu não queria fazer. Havia muita gente, policias e pessoas de fora me gravando. Eu fiquei nervoso", disse Armero, que explicou:

"Levaram o carro para os pátios (públicos). Estou com meu advogado para dar continuidade ao processo. Acredito que haverá uma multa, mas não me disseram nada ainda sobre isso", disse.

Essa não é a primeira vez que Armero tem problema com a polícia. Em 2011, quando estava na Udinese, ele foi interrogado por autoridades italianas por ter se recusado a fazer um teste de alcoolemia. Já em 2016, ele foi preso nos Estados Unidos, sob acusação de ter agredido a esposa.

Aos 33 anos, Armero está sem clube desde que deixou o Guarani, por quem disputou três jogos até dezembro do ano passado. Antes, em maio, ele foi dispensado pelo CSA por ir a uma noitada na véspera de viagem a Porto Alegre, para com promisso pelo Brasileirão contra o Internacional.

Revelado pelo América de Cali, para onde voltou e foi campeão colombiano em 2018, o lateral-esquerdo ainda jogou por Napoli e Milan, ambos da Itália, e Bahia, onde conquistou o título da Copa do Nordeste em 2017. Pela seleção colombiana, disputou a Copa do Mundo em 2014, no Brasil.

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

Kobe e filha são homenageados em 'celebração pela vida'. Veja imagens