Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Empresário faz mistério, mas afirma que Tite pode assumir time europeu nos próximos meses

Desempregado desde a saída da seleção brasileira após a Copa, o treinador rejeitou um convite feito recentemente pelo Corinthians

Futebol|Do R7

Tite durante a Copa do Mundo
Tite durante a Copa do Mundo Tite durante a Copa do Mundo

Sem trabalhar desde que deixou o comando da Seleção Brasileira no fim do ano passado, após a disputa da Copa do Mundo no Qatar, o técnico Tite pode trabalhar na Europa no segundo semestre.

Durante participação da primeira edição da feira Sports Summit no Brasil, nesta terça-feira (25), o empresário Gilmar Veloz, que agencia o treinador, disse que equipes internacionais demonstraram o interesse em contato com o profissional, mas negou que tenha conversas em aberto. No entanto, o agente indicou que no próximo mês essas situações podem avançar.

· Compartilhe esta notícia no Whatsapp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

"Acredito que no verão europeu vamos ter alguma novidade. Temos que aguardar. O sigilo faz parte do trabalho da gente. Não podemos divulgar, mas temos alguns interesses. A partir do dia 15 de maio vamos nos posicionar. Com certeza o Tite voltará a trabalhar, na Europa ou em qualquer outro lugar", destacou Gilmar, que justificou a data porque os clubes europeus já teriam escolhidos os seus técnicos para o início da temporada.

Se na opinião de Veloz, Tite voltará a trabalhar ainda esse ano, o empresário do treinador reforça que o profissional não voltará ao Brasil no período.

Publicidade

Na semana passada, o treinador foi procurado pelo Corinthians, que dispensou Fernando Lázaro do comando técnico e o remanejou para auxiliar da comissão permanente, mas não aceitou. O Timão também tinha feito uma oferta para ele após a saída de Vítor Pereira, no fim do ano passado.

"O Brasil sempre lembra do nome. Com essa dança dos treinadores sempre perguntam. Mas a resposta é a que Tite já deu: nos próximos dois anos não trabalha no Brasil", informou Gilmar Veloz.

Publicidade

Ainda que tenha buscado manter o sigilo quanto ao futuro de Tite, o representante do técnico que dois a três clubes da Europa teriam procurado o treinador, além de várias seleções.

De acordo com informações obtidas pelo LANCE!, no entanto, a única proposta concreta recebida pelo profissional foi da seleção da Coreia do Sul, logo após a Copa do Mundo. O Chelsea, da Inglaterra, chegou a sondar o profissional antes do Mundial, mas a situação não avançou depois do Mundial.

Entenda porque a CBF está obcecada por Carlo Ancelotti para assumir a seleção brasileira

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.