Futebol Em noite de Everton Ribeiro, Flamengo bate o Talleres no Maracanã

Em noite de Everton Ribeiro, Flamengo bate o Talleres no Maracanã

Rubro-Negro foi superior ao longo do confronto e contou com noite inspirada do camisa sete e capitão

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Everton Ribeiro vibra com o segundo gol do Flamengo contra o Talleres

Everton Ribeiro vibra com o segundo gol do Flamengo contra o Talleres

Marcelo Cortes / Flamengo (12.04.2022)

Na noite desta terça-feira (12), no Maracanã, o Flamengo venceu o Talleres, da Argentina, pelo placar de 3 a 1, em partida válida pela 2ª rodada da fase de grupos da Libertadores da América. No 1º tempo, Gabigol, de pênalti, e Everton Ribeiro fizeram para o Fla, enquanto Fértoli descontou para os visitantes. Já na segunda etapa, Everton Ribeiro marcou mais um e deu números finais ao confronto.

Duas equipes que venceram na primeira rodada e que vão brigar até o final por vaga na próxima fase da Libertadores. Flamengo e Talleres fizeram um jogo equilibrado no Maracanã, mas a qualidade individual falou mais alto no segundo compromisso de ambos pelo torneio continental. Mesmo contra uma equipe melhor, o Rubro-negro mostrou evolução.

O jogo

Mesmo após sofrer o primeiro susto do jogo, o Flamengo agrediu a defesa do Talleres e logo chegou ao objetivo. Aos nove minutos, Arrascaeta invadiu a área e sofreu pênalti. Gabigol caminhou em direção à bola e bateu com muita tranquilidade no canto direito do goleiro Guido Herrera para abrir o placar no Maracanã.

Com o controle do jogo, o Rubro-Negro conseguia neutralizar as tentativas da equipe argentina pelo lado esquerdo e a partida chegou a esfriar na metade da primeira etapa.

Até que aos 26 minutos, Bruno Henrique escapou em velocidade pelo lado esquerdo do campo, rolou para a faixa central na entrada da área e a bola ficou na medida para Everton Ribeiro finalizar forte no canto direito, ampliando a vantagem do Mengão no Rio de Janeiro.

Quando os primeiros 45 minutos pareciam ter um cenário traçado, o Talleres apareceu para descontar. Aos 46, Girotti recebeu na entrada da pequena área de costas para a marcação, mas serviu Fértoli com belo passe de calcanhar e o camisa 10 finalizou forte, sem chances para o goleiro Santos. O 2 a 1 a favor do Fla persistiu até o fim da primeira parte do confronto.

Na volta para a segunda etapa, o Talleres tentou crescer na partida a partir das mudanças promovidas por Pedro Caixinha. Os comandados de Paulo Sousa brecavam as jogadas - desta vez pelo meio - e utilizavam a construção com Everton Ribeiro. E foi com o camisa sete que o Flamengo voltou a abrir boa vantagem.

Aos 14 minutos, Bruno Henrique deu linda assistência para o meia, que invadiu a área sem ser acompanhado e bateu no cantinho do goleiro Herrera. Foi o segundo de Everton Ribeiro na partida, o terceiro do Rubro-Negro no Maracanã.

A equipe argentina mostrava bom futebol mesmo com a inferioridade técnica, buscando a saída de jogo por baixo e com passes verticais entre as linhas do meio-campo flamenguista, mas faltava agressividade no terço final.

Com o controle do jogo, o Flamengo só precisou tocar a bola e se instalar no campo de defesa do Talleres, que se entregou ao resultado construído pela equipe carioca e pouco assustou até o apito final do árbitro venezuelano Jesus Valenzuela.

Situação no grupo e próximos jogos

Com o resultado, o Mengão abre 6 pontos e se isola na liderança do Grupo H. Talleres e Universidad Católica, do Chile, somam três - os chilenos venceram, também nesta quarta, o Sporting Cristal. Sem pontuar, os peruanos seguram a lanterna da chave.

O Rubro-Negro volta a campo no próximo domingo, novamente no Maracanã, para enfrentar o São Paulo pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O clube carioca estreou na competição com empate em 1 a 1 com o Atlético-GO.

Pela Libertadores, o próximo compromisso será daqui duas semanas, dia 28 (uma quinta-feira), quando encara a Católica em Santiago, no Chile, pela 3ª rodada.

FICHA TÉCNICA

Flamengo 3 X 1 Talleres (Argentina)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: terça-feira (12/4), às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Jesus Valenzuela (Venezuela)
Auxiliares: Lubin Torrealba e Alberto Pont (ambos da Venezuela)
Gols: Gabigol 9'/1T, Everton Ribeiro 26'/1T e 14'/2ºT (Flamengo) / Fértoli 46'/1T (Talleres)
Cartões amarelos: João Gomes, Filipe Luís, Gabigol e Thiago Maia (Flamengo) / Pérez, Martino e Valoyes (Talleres)

FLAMENGO: Santos; Matheuziho (Rodinei), David Luiz e Filipe Luís (Andreas Pereira); Willian Arão, João Gomes, Thiago Maia (Léo Pereira), Arrascaeta e Everton Ribeiro; Gabigol (Pedro) e Bruno Henrique (Marinho). Técnico: Paulo Sousa.

TALLERES: Guido Herrera; Matías Catalán, Gustavo Benavídez, Pérez e Enzo Díaz (Romero); Rodrigo Villagra, Ignácio Méndez e Matías Esquivel (Valoyes); Oliva (Michael Santos), Girotti e Fértoli (Martino). Técnico: Pedro Caixinha.

Champions: Chelsea abre 3 a 0, mas cai para o Real na prorrogação; Villarreal elimina o Bayern

Últimas