Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Em estreia na Champions asiática, Neymar empurra e chuta a bola em adversário; veja

O brasileiro havia sofrido uma falta e perdeu o controle quando o jogador do Navbahor Namangan impediu a rápida cobrança

Futebol|Do R7, com Agência Estado

Neymar estreia com polêmica na Champions asiática
Neymar estreia com polêmica na Champions asiática Neymar estreia com polêmica na Champions asiática

Neymar se envolveu em uma polêmica em sua estreia como titular e na Champions asiática, contra o Navbahor Namangan, do Usbequistão. O brasileiro empurrou e chutou a bola em cima do jogador adversário, o meia-direita Ismoilov, após ter sofrido uma falta. 

O camisa 10 perdeu a paciência depois que o jogador usbeque impediu a cobrança rápida da falta. Os dois foram advertidos com cartão amarelo. Mitrovic, colega de Neymar no Al-Hilal, percebeu o descontrole do brasileiro e pediu calma em campo. 

A partida acabou empatada em 1 a 1; o resultado é ruim, pois somente o líder de cada chave avança direto. No outro jogo do Grupo D, o Nassaji Mazandaran, do Irã, fez 2 a 0 no Mumbai City, da Índia. Serão seis rodadas nesta fase de grupos, e a busca pela reabilitação será na casa dos iranianos, dia 3 de outubro.

Como foi o jogo?

A estreia de Neymar como titular no time árabe foi na armação das jogadas, como já ocorrera na seleção brasileira de Fernando Diniz. O astro tinha a missão de servir os pontas Maicon e Michael e o centroavante Mitrovic, repetindo a boa atuação contra o Al-Riyadh. Mas, apesar do total domínio da posse de bola nos 45 minutos iniciais, o camisa 10 passou despercebido.

Publicidade

Na parada técnica, Jorge Jesus usou o tempo para orientar o time a fazer a bola chegar a Neymar. O brasileiro apareceu, porém, apenas nas cobranças de faltas e escanteios, todos estes cruzamentos sem perigo. O resultado foi um sofrível empate. Michael foi o único a aparecer bem na etapa.

Para piorar a situação do Al-Hilal, um contragolpe rápido aos 6 minutos do segundo tempo acabou em gol do time do Usbequistão. Ismailov recebeu na direita, se livrou do marcador e lançou para o georgiano Tabatadze abrir o placar.

Publicidade

Compartilhe esta notícia no Whatsapp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

Logo depois, Neymar sofreu uma entrada dura e ficou socando o chão, sentindo dores no tornozelo direito. Queria punição ao adversário e se levantou, revoltado e reclamando muito com o árbitro. Nervoso, foi ao revide logo depois, quando empurrou o oponente.

Jorge Jesus, incrédulo, parecia não saber o que fazer na beira do campo. O treinador também visivelmente preocupado e optou por chamar Neymar, para dar instruções sobre o que esperava do brasileiro. E o empate quase veio no primeiro lance. Michael foi ao fundo e cruzou para trás. Malcom e Neymar passaram da bola e não conseguiram o desvio para a rede.

Neymar começou a aparecer mais na área e armou um belo voleio para empatar. Mas o zagueiro cortou de cabeça antes. Neymar voltou a se irritar depois que o árbitro ignorou um puxão nele. Abriu os braços, cobrando a não marcação da falta clara. Restando três minutos para o fim do tempo regulamentar, o camisa 10 cabeceou nas mãos do goleiro.

O árbitro deu 14 minutos de acréscimo, e a torcida inflamou, empurrando o Al-Hilal para o empate. Mas foram os visitantes que quase ampliaram. Al Owais fez milagre, em uma defesa com o peito. Visivelmente cansado, Neymar não acertava os passes nem os cruzamentos; mesmo assim, tentou cavar um pênalti, aos 98. Viu o zagueiro Bulayhi salvar o time, em uma cabeçada, pouco depois, após o cruzamento de Michael.

Histórico! Confira em 7 ângulos o gol que fez de Neymar o maior artilheiro da seleção brasileira

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.