Futebol Em dia de Obina, Gilberto brilha e Portuguesa humilha o Corinthians

Em dia de Obina, Gilberto brilha e Portuguesa humilha o Corinthians

Atacante marcou três dos quatro gols da vitória lusa no estádio Morenão

Em dia de Obina, Gilberto brilha e Portuguesa humilha o Corinthians

Há pouco mais de três anos, em julho de 2009, o atacante Obina, então no Palmeiras, saiu como grande herói da vitória alviverde sobre o favorito Corinthians, pelo Brasileirão. Neste domingo (29), foi a vez de um outro camisa 9 jogar o favoritismo alvinegro para o buraco e, com três gols, ser o destaque de uma goleada histórica da Portuguesa sobre o Timão: 4 a 0.

Autor de três gols do time rubro-verde ainda no primeiro tempo do clássico disputado no estádio Morenão, em Cuiabá (MS), Gilberto enterrou de vez o Corinthians na crise e colocou a temida zona de rebaixamento fora do alcance do espelho retrovisor da Lusa. Wanderson, que o substituiu na etapa final, completou o marcador.

Bem armada, apesar de não contar com o técnico Guto Ferreira (suspenso) no banco de reservas, a Portuguesa não deu chances para o desorientado rival e construiu o placar no primeiro tempo, aproveitando o oportunismo de Gilberto e a péssima jornada corintiana.

Derrota faz narrador surtar e anunciar lutas com uma semana de atraso

Para piorar o patético cenário alvinegro, agora sem sentir o gosto da vitória há oito jogos, Guerrero, atacante herói do Mundial, desperdiçou um pênalti no primeiro tempo e ouviu os gritos de “Pato, Pato” ecoando das arquibancadas.

O Corinthians voltou para o segundo tempo sem Igor, que falhou em dois gols, e Paulo André, com Alexandre Pato e Jocinei na equipe. Emerson Sheik e o próprio Pato chegaram a balançar as redes quase na sequência, mas a arbitragem anulou os lances alegando impedimento.

A Lusa, por sua vez, soube se fechar e, nos contra-ataques, transformou a vergonhosa derrota alvinegra em goleada com Wanderson, pouco depois da expulsão infantil do zagueiro corintiano Gil: 4 a 0.

O Timão volta a campo na próxima quarta-feira (2) para encarar o Bahia, às 21h50 (de Brasília), em Mogi Mirim, enquanto a Portuguesa encara o Cruzeiro um pouco mais cedo, às 19h30, no Mineirão.