Futebol Duílio sobre protesto contra fake news: 'Não vamos parar por aqui'

Duílio sobre protesto contra fake news: 'Não vamos parar por aqui'

Presidente foi enfático sobre o problema em coletiva: 'Está passando dos limites com discurso de ódio e fake news'

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Presidente do Corinthians, Duílio Monteiro, em entrevista coletiva

Presidente do Corinthians, Duílio Monteiro, em entrevista coletiva

Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (25), o presidente do Corinthians, Duílio Monteiro, falou sobre o protesto feito pelo clube, que ficou sem movimentação nas redes sociais desde as 10h da última sexta-feira (22) até a manhã desta segunda. A iniciativa foi tomada contra o ódio no futebol e a disseminação de fake news.

"A gente optou por fazer uma campanha para chamar a atenção sobre tudo o que a gente vive hoje e, no meu ponto de vista e das pessoas do clube, está passando dos limites com discurso de ódio e fake news. O Corinthians se sentiu na obrigação de fazer alguma coisa. Na hora não pudemos comunicar a vocês, e ficou esse vácuo de informações. 'Ah, mas por que o Corinthians fez isso na véspera de um jogo importante, no dia de São Jorge, semana que antecede jogo de Libertadores?' Porque a gente quer chamar a atenção disso, porque é urgente, a gente escuta há anos que alguém tem que fazer alguma coisa. Todo dia temos algum tipo de agressão em campo ou fora com torcidas, intimidação a atletas, pedras em ônibus, é algo que está saindo do controle. Não é um apagão de comunicação para não falar com a imprensa, é para a gente mostrar que chega", declarou o dirigente do Timão.


Duílio Monteiro frisou que a iniciativa contra o ódio no futebol e as fake news irão continuar no clube.

"Não vamos parar por aqui, o Corinthians entende que essa é uma bandeira a ser levantada, um problema que a sociedade vive, precisamos mudar isso de alguma forma. Como corintiano, não vamos desistir. Programamos algumas ações, acho importante esse debate público, congressos e reuniões para tratar isso com imprensa, torcedores, jogadores, clubes, entidades, Conmebol, Fifa, CBF, esse é o próximo passo, promover esse debate e ver o que podemos fazer para melhorar isso tudo", completou.

Veja quem são os 6 jogadores do Corinthians que já disputaram a Copa do Mundo

Últimas