Djokovic sente dores, mas fatura 2 vitórias para a Sérvia; Nadal também vence

A segunda-feira foi de vitórias para os líderes do ranking. O espanhol Rafael Nadal e o sérvio Novak Djokovic, atuais número 1 e 2 do mundo, venceram seus jogos e lideraram suas equipes na ATP Cup, na Austrália. O tenista da Sérvia precisou jogar duas vezes e, mesmo com dores, venceu uma partida de simples e uma de duplas.

Em Brisbane, onde compete o Grupo A, o time sérvio manteve o bom aproveitamento nesta fase inicial da nova competição por equipes e garantiu seu lugar nas quartas de final. Djokovic e companhia venceram o segundo confronto na competição ao superarem a França por 2 jogos a 1, nesta segunda. O duelo foi decidido somente no match tie-break, com a partida de duplas.

O confronto teve início com vitória dos franceses, com Benoit Paire aplicando 2 sets a 1 - 6/2, 6/7 (6/8) e 6/4 - em Dusan Lajovic. Mas Djokovic tratou de virar o placar do duelo. Primeiro, bateu Gael Monfils por 6/3 e 6/2. Em seguida, formou parceria com Viktor Troicki para derrotar Nicolas Mahut e Edouard Roger-Vasselin, ambos especialistas em duplas, por 6/3, 6/7 (5/7) e 10/3.

Ao longo do confronto de duplas, Djokovic causou preocupação aos fãs por receber atendimento médico no braço direito. Há quase dois anos, ele passou por cirurgia no cotovelo do mesmo braço.

Pela mesma chave, a África do Sul impôs a segunda derrota ao Chile na competição. Venceu por 3 a 0. Kevin Anderson, que está voltando às quadras após seis meses em razão de lesão, ganhou de Cristian Garin por 6/0 e 6/3, enquanto Lloyd Harris superou Nicolas Jarry por duplo 6/4. Nas duplas, Raven Klaasen e Ruan Roelofse bateram Garin e Jarry por 1/6, 6/3 e 10/7.

Após vencer França e África do Sul, os sérvios vão encerrar sua participação na fase de grupos contra o próprio Chile, na quarta-feira. Se vencer, a Sérvia garantirá o primeiro lugar da chave. A França ocupa o terceiro lugar, enquanto o time sul-africano está em segundo. Ambos brigam pela segunda vaga da chave na fase de mata-mata.

Pelo Grupo B, na cidade de Perth, a Espanha também venceu seu segundo confronto na ATP Cup. E, novamente, com Nadal. A vítima dos atuais campeões da Copa Davis foi o Uruguai. Roberto Bautista Agut passou por Franco Roncadelli por 6/1 e 6/2, enquanto Nadal bateu Pablo Cuevas por 6/2 e 6/1. Nas duplas, Pablo Carreño Busta e Feliciano López derrotaram Ariel Behar e Juan Martin Fumeaux por 6/1, 3/6 e 10/3.

O time espanhol lidera a chave, seguido do Japão, que também exibe duas vitórias em dois confrontos até agora. Nesta segunda, eles superaram a Geórgia por 2 jogos a 1. Go Soeda bateu Aleksandre Metreveli por 4/6, 6/3 e 6/2, enquanto Yoshihito Nishioka superou Nikoloz Basilashvili por 6/2 e 6/3. Nas duplas, os georgianos levaram a melhor com Aleksandre Bakshi e Zura Tkemaladze vencendo Ben McLachlan e Toshihide Matsui por 6/2 e 6/4.

Em Sydney, foi a vez do Grupo E ter sua segunda rodada disputada. E o destaque do dia foi a Croácia, de Marin Cilic e Borna Coric. Os croatas sustentaram a ponta ao vencerem a Polônia por 2 a 1. Cilic derrotou Kacper Zuk por 7/6 (10/8) e 6/4, mas Coric foi batido por Hubert Hurkacz por duplo 6/2. Nas duplas, Ivan Dodig e Nikola Mektic fizeram valer a maior experiência nestes confrontos e ganharam de Hubert Hurkacz e Lubasz Kubot por 6/2 e 6/1

Na mesma cidade, os austríacos atropelaram os argentinos nesta segunda, por 3 a 0. Dennis Novak abriu o duelo levando um "pneu" de Guido Pella. Porém, buscou a virada e venceu por 0/6, 6/4 e 6/4. Em seguida, o favorito Dominic Thiem derrotou Diego Schwartzman por 6/3 e 7/6 (7/3). Nas duplas, Oliver Marach e Jürgen Melzer superaram Máximo Gonzalez e Andrés Molteni por 6/1 e 6/4.

Os croatas lideram o grupo, seguidos de perto pelos austríacos. A Argentina aparece em terceiro lugar, enquanto a Polônia ocupa a lanterna.