Futebol Destaque no Pacaembu, Rodrygo se rende à Vila Belmiro: 'Até arrepia'

Destaque no Pacaembu, Rodrygo se rende à Vila Belmiro: 'Até arrepia'

Aos 17 anos, Rodrygo recebeu a camisa 9 do clube e mostrou arrependimento de ter dito que preferia jogar no Pacaembu, enaltecendo o estádio santista

Rodrygo lembra sucesso no Pacaembu e valoriza a força da torcida na Vila Belmiro

Rodrygo lembra sucesso no Pacaembu e valoriza a força da torcida na Vila Belmiro

Ivan Storti/Santos FC - 26.07.2018

Vila Belmiro ou Pacaembu? A discussão que em alguns momentos até divide a torcida do Santos também já envolveu Rodrygo. O atacante, de apenas 17 anos, vivenciou os primeiros grandes momentos da sua carreira profissional no estádio municipal, mas agora também já se sente em casa na Vila Belmiro.

Palmeiras anuncia retorno do técnico Luiz Felipe Scolari

Após receber as duas primeiras chances no time principal na reta final do Campeonato Brasileiro no segundo tempo de compromissos na Vila Belmiro, Rodrygo se firmou entre os profissionais no começo desta temporada. E muito graças ao seu desempenho no Pacaembu.

Se o primeiro gol da sua carreira foi no Moisés Lucarelli, Rodrygo foi brilhar mesmo no Pacaembu. Marcou contra o Ituano em seu primeiro jogo no estádio, repetiu a dose em confronto com o Nacional do Uruguai, se tornando o mais jovem a fazer um gol na Copa Libertadores e também deixou a sua marca pela primeira vez em um clássico no estádio, diante do Palmeiras. Além disso, na estreia santista no Campeonato Brasileiro, contra o Ceará, também fez um gol.

Com tal desempenho, Rodrygo até brincou em entrevista coletiva, declarando que o Pacaembu deveria mudar de nome e adotar o seu, já que ele costumava sempre brilhar na casa "alternativa" santista.

São Paulo sofre virada do Grêmio e perde chance de liderar o Brasileiro

Depois, porém, os gols de Rodrygo escassearam no Pacaembu. E começaram a sair na Vila Belmiro. O primeiro veio contra o Paraná, em maio, num triunfo por 3 a 1. E as atuações brilhantes também. Em goleada por 5 a 2 sobre o Vitória, marcou três vezes. E, na última quarta-feira, foi o destaque do empate por 1 a 1 com o Flamengo, com jogadas individuais, dribles e o passe para o gol de Gabriel Barbosa.

Agora, então, foi a vez de Rodrygo exaltar a Vila Belmiro e até a fazer uma "retratação". "Eu falei para o meu pai: agora eu me arrependo de ter falado que preferia jogar no Pacaembu. Na Vila, a sensação é completamente diferente. Até arrepia", disse.

Na sua carreira, Rodrygo soma 33 jogos disputados, com nove gols marcados, sendo quatro na Vila Belmiro e outros quatro no Pacaembu. A chance de o estádio santista "passar na frente" nessa disputa se dará no domingo, quando o time vai receber o América Mineiro, pela 16ª rodada do Brasileirão.

Motivo de piada, Romero dá volta por cima e se torna ‘xodó da Fiel’