Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Destaque do Botafogo, Marçal sonha com convocação para a Seleção

Contratado na segunda janela de transferências, lateral-esquerdo é titular absoluto no time comandado pro Luís Castro 

Futebol|Do Live Futebol BR


Marçal tem brilhado no Brasileirão com a camisa do Botafogo
Marçal tem brilhado no Brasileirão com a camisa do Botafogo

Contratado na segunda janela de transferências, o lateral-esquerdo Marçal vem se destacando e virou peça-chave no Botafogo comandado pelo técnico Luís Castro. Bom marcador, mas sem deixar de lado o poder de construção, o jogador retornou ao Brasil em 2022 e sonha com uma vaga na seleção brasileira.

Em entrevista ao 'Lance!', Marçal revelou que um dos fatores que facilitou sua chegada ao Botafogo foi a visibilidade por estar atuando no Brasileirão. Com 33 anos e mais de uma década de bagagem do futebol europeu, o camisa 21 do Glorioso não quer ser apenas 'de clube'.

"Eu sonho sempre com a Seleção. Acho que uma das conversas internas em casa quando foi para voltar ao Brasil foi isso, da visibilidade maior (no país)… Conheço o estilo de jogo da seleção brasileira porque independente do horário eu assistia aos jogos, sempre me vi encaixando muito bem nesse time. Não dá pra dizer que se eu viesse mais cedo (ao Brasil) eu teria essa chance, mas estou trabalhando para tê-la, seja agora ou mais para frente", disse.

Leia também

Recentemente, o técnico Tite perdeu Guilherme Arana, machucado, e vê boa briga na lateral esquerda com Alex Telles, Renan Lodi e Alex Sandro, mesmo que o trio seja instável. Marçal acredita que poderia colaborar mais no setor devido à sua característica de jogo.

Publicidade

"Tem muitos jogadores bons no Brasil, mas com características diferentes de jogo. Hoje, olhando o cenário, não só de jogadores brasileiros no Brasil, mas no mundo, eu faria a Seleção Brasileira jogar melhor no lado esquerdo pelo estilo de jogo. Aqui no Botafogo temos o Jeffinho no lado esquerdo e na Seleção tem um jogador do mesmo estilo (Neymar, Vinícius Júnior), eu me vejo fazendo esse jogador jogar", iniciou.

"Ali atrás a Seleção não precisa tanto de um jogador como o Marcelo já foi, hoje precisam de mais segurança e boa saída de bola, é mais meu estilo. Não dá pra dizer se tem melhor que eu, são estilos diferentes, mas olhando o cenário mundial eu me vejo encaixo melhor nesse time", completou.

'Botafogo Way' ganha forma: Glorioso inicia relação entre comissões técnicas

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.