Campeonato Brasileiro

Futebol Corinthians sofre, mas vence o Fortaleza e lidera o Brasileirão

Corinthians sofre, mas vence o Fortaleza e lidera o Brasileirão

Timão viu o adversário dominar o primeiro tempo em Itaquera, mas equilibrou na segunda etapa e venceu com gol contra

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Juninho Capixaba, do Fortaleza, faz o cruzamento marcado por Rafael Ramos, do Corinthians

Juninho Capixaba, do Fortaleza, faz o cruzamento marcado por Rafael Ramos, do Corinthians

Leonardo Moreira/FEC (01.05.2022)

No Dia do Trabalhador, o Corinthians teve muito trabalho para conquistar a terceira vitória no Campeonato Brasileiro, mas bateu o Fortaleza por 1 a 0 na tarde deste domingo (1º/05), na Neo Química Arena, e assumiu provisoriamente a liderança do torneio. De quebra, manteve o tabu de nunca ter perdido do Leão jogando em seus domínios.

Depois de ver o adversário dominar o primeiro tempo, o Timão abriu o placar com a ajuda de Matheus Jussa, que mandou contra o próprio gol aos 7’ da etapa final. Com o resultado, o Alvinegro chega aos 9 pontos em quatro rodadas. Já o Fortaleza permanece na lanterna, sem somar 1 ponto sequer.

Os dois times agora viram a chave para a Libertadores. Na quarta-feira (4), o Corinthians viaja para a Colômbia, onde encara o Deportivo Cali, às 21h (de Brasília). No dia seguinte, o Fortaleza recebe o River Plate, da Argentina, às 19h (também no horário de Brasília).


O jogo
Liberado após se recuperar da Covid-19 e testar negativo, o técnico Vítor Pereira começou jogando com Paulinho e Renato Augusto no meio-campo e um trio de ataque formado por Willian, Róger Guedes e Júnior Moraes.

Se a ideia era pressionar desde o começo do jogo buscando fazer gols o mais rápido possível, o início foi promissor. Nos 10 minutos iniciais, o Fortaleza só observou e o Corinthians dominou.

Gol anulado e pressão do Leão
O Timão até marcou logo aos 8 minutos, mas o gol de Júnior Moraes foi anulado — o árbitro viu toque de mão no domínio com escorregão do corintiano.

Depois disso, foi o Leão que mordeu. Aos 12’, Renato Augusto perdeu o domínio e a bola sobrou para Matheus Jussa. O volante mandou uma bomba de fora da área e fez Cássio trabalhar.

Aos 16’, foi o próprio goleiro que deu trabalho ao sair mal com os pés e entregar a bola para o Fortaleza. Moisés encontrou Silvio Romero, mas o atacante não teve o domínio e a bola passou rente ao gol defendido por Cássio.

Paulinho fora
Vítor Pereira teve que mexer aos 28’, quando Paulinho pediu para sair. O volante caiu no gramado reclamando muito de dores com a mão na parte de trás do joelho esquerdo. Ele deixou o campo chorando, para a entrada de Du Queiroz.

Apesar de o Corinthians ter mais de 60% da posse de bola, o Fortaleza goleou nas finalizações: 12 a 1 — sendo esta única do Timão em falta cobrada por Róger Guedes e defendida pelo goleiro Max Walef já aos 44’.

Segunda etapa
Se o sistema com três zagueiros escalado por Juan Pablo Vojvoda foi melhor na primeira etapa, Vítor Pereira resolveu espelhar o Corinthians na segunda etapa e voltou do intervalo com Raúl Gustavo no lugar de Renato Augusto.

Outra mudança veio logo aos 7’, quando o Corinthians abriu o placar. Róger Guedes cobrou escanteio curto para Maycon, que cruzou na área. Antes de Gil completar, Matheus Jussa desviou contra a própria meta: 1 a 0 e festa da Fiel em Itaquera.

O segundo só não saiu porque Max Walef salvou o Fortaleza. Aos 21’, Maycon cobrou escanteio na cabeça de Gil, que finalizou com força, no chão, “como manda o manual”. Só que Walef foi puro reflexo e fez excelente defesa.

A entrada de Mantuan deu mais velocidade ao ataque corintiano. O meia-atacante levou perigo em duas oportunidades de contra-ataque. Precisando do gol para tentar somar o primeiro ponto no Brasileirão, o Fortaleza partiu para cima. Era tudo que o Timão queria.

Com um meio-campo mais consistente e com três zagueiros, o Alvinegro fechou os espaços e levava perigo — principalmente com Mantuan. Com a Fiel jogando junto, vibrando a cada bola afastada de perto do gol de Cássio, o Corinthians segurou o 1 a 0 até o apito final.

FICHA TÉCNICA
Corinthians 1 x 0 Fortaleza
Local: Neo Química Arena, em São Paulo
Data e hora: domingo (1º/5), às 16h (de Brasília)
Público e renda: 37.018 pessoas (total) / R$ 2.510.888,10

Árbitro: Savio Pereira Sampaio (Fifa)
Auxiliares: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa) e Lucas Costa Modesto (DF)
VAR: Rafael Traci (SC)
Cartões amarelos: Willian (Corinthians); Felipe, Matheus Vargas e Ceballos (Fortaleza)

Gol: Matheus Jussa, contra, aos 7´/2ºT (Corinthians)

CORINTHIANS: Cássio; Rafael Ramos, João Victor, Gil e Lucas Piton; Maycon, Paulinho (Du Queiroz, aos 28’/1ºT) e Renato Augusto (Raul Gustavo, no intervalo); Willian (Gustavo Mosquito, aos 41'/2ºT), Róger Guedes (Jô, aos 15’/2ºT) e Junior Moraes (Gustavo Mantuan, aos 15’/2ºT). Técnico: Vítor Pereira.

FORTALEZA: Max Walef; Tinga, Marcelo Benevenuto e Ceballos; Yago Pikachu (Depietri, aos 36'/2ºT), Felipe (Lucas Lima, aos 14’/2ºT), Matheus Jussa, Hércules (Matheus Vargas, aos 24’/2ºT) e Juninho Capixaba; Moisés (Romarinho, aos 14’/2ºT) e Silvio Romero (Robson, aos 24’/2ºT). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Relembre os casos de racismo contra times brasileiros na Libertadores 2022

Últimas