Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Corinthians encaminha vaga com goleada em casa sobre o Santos

Timão fez três dos 4 gols no 1º tempo e ainda teve um atleta a mais em campo por quase toda a etapa final

Futebol|Do Live Futebol BR


Um jogo dos sonhos para o torcedor. Foi isso que o Corinthians proporcionou na noite desta quarta-feira (22), pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, na Neo Química Arena. Com o placar de 4 a 0, construído quase que no primeiro tempo (com 3 gols) contra o Santos, o Timão praticamente encaminhou a classificação para as quartas. Os gols foram marcados por: Mantuan, Raul Gustavo e Giuliano duas vezes.

O duelo de volta só acontecerá no dia 13 de julho, na Vila Belmiro. O Santos ainda teve o meia Zanocelo expulso aos 16 minutos, em lance visto pelo VAR. Em sua 18ª partida em Itaquera na temporada, o clube de Parque São Jorge alcançou sua 12ª vitória, além de cinco empates e apenas uma derrota, justamente para o Peixe (2 a 1), pelo Paulistão, há quase cinco meses (2 de fevereiro).

Giuliano comemora primeiro gol com Du Queiroz
Giuliano comemora primeiro gol com Du Queiroz

Leia também

Neste sábado (25) tem mais Corinthians x Santos, na Neo Química Arena, mas pelo Brasileirão, às 19h. O Timão é o vice-líder com 25 pontos e o Peixe é o 8º colocado com 18.

O jogo

Publicidade

Com seis minutos de jogo o Santos levou perigo pela primeira vez em Itaquera. Após corte da zaga corintiana em bola pelo alto, o meia Zanocelo nem deixou a bola cair, batendo de primeira de fora da área, bem próximo do canto direito de Cássio. Aos 15, o Timão também respondeu em chute de fora da área. Róger Guedes finalizou da direita, cruzado e rasteiro, mas João Paulo espalmou para escanteio.

Aos 19 minutos, o Corinthians abriu o placar. Willian começou a jogada pela esquerda e lançou o lateral Lucas Piton, que foi até quase a linha de fundo e cruzou rasteiro. Du Queiroz furou na primeira trave, mas Mantuan não perdoou e finalizou de primeira, no canto direito do goleiro (1 a 0).

Publicidade

O segundo do clube de Parque São Jorge não demorou. Aos 27 minutos, Willian mais uma vez iniciou a jogada, só que dessa vez pela direita, tocando em profundidade para o lateral Fagner, que cruzou rasteiro para Du Queiroz. Ele bateu de primeira e a bola desviou em Giuliano antes de entrar (2 a 0).

Ainda teve mais gol do Timão antes do intervalo. Aos 42 minutos, Willian cobrou escanteio da direita na primeira trave e o zagueiro Raul Gustavo subiu mais que a marcação na primeira trave, para testar de cabeça no canto direito de João Paulo (3 a 0).

Os números mostraram a supremacia corintiana na primeira etapa, com 58% de posse de bola, mais que o dobro nas finalizações (11 a 5), com seis na direção do gol e somente quatro faltas cometidas, contra nove do Santos.

2º tempo

Na volta do intervalo, o Corinthians não diminuiu o ritmo e teve um pênalti marcado em Róger Guedes, feito pelo zagueiro Kaiky, aos nove minutos. No entanto, o árbitro Marcelo de Lima Henrique voltou atrás na decisão, após revisão no VAR. O sistema foi acionado novamente aos 16, para expulsar o meia Zanocelo, do Santos, que com o cotovelo erguido, acertou o lateral Lucas Piton, do Timão.

Com um a mais em campo, o clube de Parque São Jorge chegou ao quarto gol. Aos 31 minutos, após bate-rebate na grande área, em cobrança de escanteio, a bola sobrou para Giuliano marcar seu segundo gol na partida (4 a 0). Depois do quarto gol, o torcedor corintiano começou a gritar “Olé” e o time da casa terminou o jogo com 59% de posse de bola.

FICHA TÉCNICA

Corinthians 4x0 Santos

Local: Neo Química Arena, em São Paulo

Data e hora: quarta-feira (22/6), às 21h30

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE)

Auxiliares: Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE)

VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (SP)

Cartões amarelos: Felipe Jonathan e Ângelo (Santos)

Cartão vermelho: Zanocelo (Santos)

Gols: Mantuan, aos 19’/1ºT, Giuliano, aos 27’/1ºT e 31’/1º2T, e Raul Gustavo, aos 42’/1ºT (Corinthians)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, João Victor (Robert Renan), Raul Gustavo e Lucas Piton; Du Queiroz (Roni), Cantillo (Xavier) e Giuliano (Matheus Araújo); Mantuan, Willian (Adson) e Róger Guedes.

Técnico: Vítor Pereira.

SANTOS: João Paulo; Lucas Braga, Kaiky, Eduardo Bauermann e Lucas Pires (Ângelo); Rodrigo Fernández (Camacho), Vinícius Zanocelo e Sandry; Léo Baptistão (Bruno Felipe), Jhojan Julio (Felipe Jonathan) e Marcos Leonardo (Rwan).

Técnico: Fábian Bustos.

R$ 80 milhões para o campeão! Saiba os valores das premiações de cada fase da Copa do Brasil

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.