Copa do Mundo ONG entra com ação contra CBF e pede multa de R$ 1 milhão por maus-tratos de gato

ONG entra com ação contra CBF e pede multa de R$ 1 milhão por maus-tratos de gato

‘Não podemos normalizar situações que violem o direito dos animais’, alegou o Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal

Agência Estado
Gatinho que apareceu em coletiva de Vini Jr. foi retirado de forma exagerada

Gatinho que apareceu em coletiva de Vini Jr. foi retirado de forma exagerada

NELSON ALMEIDA / AFP

O episódio do assessor da CBF e o gatinho que apareceu em coletiva de imprensa de Vini Jr., durante a Copa do Mundo, continua repercutindo. Após a repercussão em torno da forma pela qual o felino foi retirado da mesa, uma ONG decidiu entrar com uma ação alegando maus-tratos.

O Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal pede uma retratação pública e o pagamento de multa de R$ 1 milhão. O dinheiro será investido “para benefício da coletividade”.

O anúncio veio por meio de um post nas redes sociais do Fórum, neste domingo (11): “Promover mudança na sociedade faz parte dos nossos valores. Assim, não podemos normalizar situações que violem o direito dos animais, seja no Brasil ou em qualquer outro país”.

“Não podemos nos silenciar diante dessa atitute. Ajuizamos uma Ação Civil Pública em parceria com outras ONGs pedindo uma retratação pública da CBF, administração de curso de direito dos animais para os funcionários da CBF, além da condenação a título de dano moral coletivo no valor de 1 milhão de reais”, afirmou.

“A indenização, caso ocorra a condenação, não virá para as ONGs e sim para um fundo onde será usada para benefício da coletividade. Acreditamos no caráter educativo da ação e que o direito e a dignidade dos animais sejam objeto de reflexão para toda a sociedade”, concluiu.

Os 7 incontestáveis da seleção brasileira na Copa do Catar

Últimas