Copa do Mundo Ochoa brilha, pega pênalti de Lewandowski, e México e Polônia não saem do zero a zero

Ochoa brilha, pega pênalti de Lewandowski, e México e Polônia não saem do zero a zero

Em jogo de poucas chances para os dois lados, goleiro mexicano fez a parte dele; Arábia Saudita lidera o grupo C 

  • Copa do Mundo | Gabriel Herbelha*, Do R7

Guillermo Ochoa, aos 37 anos, defende pênalti de Lewandowski, craque polonês

Guillermo Ochoa, aos 37 anos, defende pênalti de Lewandowski, craque polonês

Hamad I Mohammed/Reuters - 22.11.2022

No fechamento da primeira rodada do grupo C da Copa do Mundo, Polônia e México não saíram do zero a zero. Em partida disputada na tarde desta terça-feira (22), no estádio 974, brilhou a estrela do goleiro mexicano Guillerme Ochoa, que defendeu pênalti do astro polonês Robert Lewandowski.

Com o resultado, Polônia e México somam um ponto na tabela. A surpresa do grupo fica com a Arábia Saudita na liderança, com três pontos, após chocar o mundo e vencer a Argentina, de virada, por 2 a 1.

O jogo

Na primeira etapa, uma partida sem grandes emoções, mas com a seleção mexicana se impondo mais, e os poloneses, por outro lado, batendo cabeça na defesa.

O melhor momento do México ocorreu após os 20 minutos iniciais da partida, em dois lances, aos 25 e 27 minutos. Primeiro em uma cabeçada do camisa 10, Alexis Vega, que passou raspando a trave direita. Depois, o goleiro polonês Szczesny, que atua na Juventus da Itália, fez boa intervenção, em chute de Jorge Sanchéz.

O grande craque Robert Lewandowski, eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa na temporada passada, teve atuação discreta nos primeiros 45 minutos. A Polônia abusou de ligações diretas para encontrar o centroavante, mas todas sem sucesso.

Na volta para a etapa complementar, o México manteve a pressão, mas viu os poloneses crescerem na partida.

E foi aos 9 minutos do segundo tempo que ocorreu o lance que marcou a partida. Em uma disputa de bola dentro da área, o zagueiro mexicano Héctor Moreno agarrou Lewandowski, que caiu antes de conseguir finalizar.

Auxiliado pelo VAR, o árbitro Chris Beath marcou a penalidade máxima. Do lado mexicano, muita reclamação.

Na disputa Ochoa x Lewandowski, quem se deu melhor foi o lendário goleiro mexicano, que disputa sua quinta Copa do Mundo.

Com um chute a meia altura, no canto direito do gol, Ochoa conseguiu espalmar a bola, para a lamentação de Lewandowski, que, no fim, teve atuação determinante, de forma negativa, para o resultado não sair do zero.

Em sua segunda participação em Copas, Lewa mantém a sina de nunca ter marcado gols em mundiais. Uma situação atípica para um centroavante acostumado a balançar as redes.

Apesar de perder a chance clara de abrir o placar, a Polônia teve mais volume até o final do jogo, mas faltou pontaria nos chutes de longa distância.

Vindo de um ciclo pré-Copa decepcionante, e sob desconfiança da imprensa mexicana, conseguir um ponto contra os poloneses foi um bom resultado para os comandados de Tata Martino.

Próximos jogos

Na segunda rodada do Grupo C, a seleção do México entra em campo contra a Argentina, no sábado (26), às 16h (de Brasília), no Lusail Stadium. Os poloneses enfrentam a Arábia Saudita, também no sábado, às 10h, no Education City Stadium.

FICHA TÉCNICA

Local: estádio 974

Data e hora: terça-feira (22), às 13h (Brasília)

Árbitro: Chris Beath (AUS)

Assistentes: Anton Schetinin (AUS) e Ashley Beecham (AUS)

MÉXICO: Guillermo Ochoa, Jorge Sánchez, César Montes, Héctor Moreno, Jesús Gallardo, Edson Alvarez, Héctor Herrera (Carlos Rodriguez), Luis Chávez, Alexis Vega (Uriel Antuna), Henry Martín (Raul Jimenez), Hirving Lozano. Técnico: Gerardo Martino.

POLÔNIA: Wojciech Szczęsny, Bereszynski, Matty Cash, Jakub Kiwior, Kamil Glik, Krychowiak, Nicola Zalewski (Krystian Bielik), Piotr Zieliński (Arkadiusz Milik), Sebastian Szymański (Przemyslaw Frankowski), Jakub Kaminski, Lewandowski. Técnico: Czesław Michniewicz.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Marcos Rogério Lopes

Últimas