Copa do Mundo Messi lidera lista da Argentina para Copa do Mundo; Cano fica de fora

Messi lidera lista da Argentina para Copa do Mundo; Cano fica de fora

Scaloni anunciou os 26 nomes hoje. Apesar de improvável, atacante do Flu, com 43 gols no ano, vivia expectativa de ser chamado

Reuters - Esportes
Messi disputa no Catar sua quinta e última Copa do Mundo

Messi disputa no Catar sua quinta e última Copa do Mundo

REUTERS/Sergio Perez/File Photo

Lionel Messi lidera o grupo de 26 jogadores anunciado nesta sexta-feira (11) pela seleção argentina para a Copa do Mundo no Catar, em uma lista sem grandes surpresas que incluiu Paulo Dybala, apesar das preocupações com lesões recentes.

"Eles estão orgulhosos de serem convocados e vestirem esta camisa. Esperamos que vocês, como torcedores, também estejam. Todos juntos", disse o técnico Lionel Scaloni em um vídeo por meio do qual divulgou a lista de convocados.

Messi, que aos 35 anos disputará sua quinta Copa do Mundo, será acompanhado por parceiros antigos da seleção, como Ángel Di María e Nicolás Otamendi, além de uma equipe renovada que voltou a conquistar a Copa América pela Argentina após 28 anos.

Scaloni confirmou Dybala entre os convocados, embora o atacante da Roma não tenha voltado a jogar oficialmente após a grave lesão muscular sofrida há um mês em uma partida contra o Lecce no Campeonato Italiano.

A Argentina estreará na fase de grupos da Copa do Mundo no dia 22 de novembro, contra a Arábia Saudita, e quatro dias depois enfrentará o México e encerrará sua participação no dia 30, contra a Polônia.

Cano, vice-artilheiro do mundo, fica de fora

Cano ficou de fora da convocação da Argentina

Cano ficou de fora da convocação da Argentina

MARCELO GONÇALVES / FLUMINENSE FC

Grande nome do Fluminense na temporada, Germán Cano ficou de fora da lista de Scaloni. Com 43 gols marcados em 2022, o argentino de 34 anos está entre os três maiores artilheiros do futebol mundial, à frente de nomes como Haaland, do Manchester City, Benzema, do Real Madrid, e Lewandowski, do Barcelona. O goleador só perde, por enquanto, para Kylian Mbappé, estrela do PSG. No entanto, nada disso foi suficiente.

O desempenho em altíssimo nível nesta temporada até credenciava o jogador a uma vaga na Copa do Mundo, mas Cano precisava de uma reviravolta para viajar ao Catar ao lado de Messi, Dí Maria e tantas outras estrelas da seleção argentina, o que não aconteceu.

A concorrência entre os centroavantes, posição em que joga o artilheiro do Flu, era dura. Julián Alvaréz, do Manchester City, e Lautaro Martínez, da Inter de Milão, eram os nomes mais cotados para a convocação, e foram de fato os jogadores lembrados por Lionel Scaloni. 

Veja a lista dos 26 convocados:

Goleiros: Emiliano Martínez (Aston Villa), Franco Armani (River Plate) e Gerónimo Rulli (Villarreal);

Defendores: Gonzalo Montiel (Sevilla), Nahuel Molina (Atlético de Madrid), Germán Pezzella (Betis), Cristian Romero (Tottenham), Nicolás Otamendi (Benfica), Lisandro Martínez (Manchester United), Juan Foyth (Villarreal), Nicolás Tagliafico (Lyon) e Marcos Acuña (Sevilla);

Meio-campistas: Leandro Paredes (Juventus), Guido Rodríguez (Betis), Enzo Fernández (Benfica), Rodrigo De Paul (Atlético de Madrid), Exequiel Palacios (Bayer Leverkusen), Alejandro Gómez (Sevilla) e Alexis Mac Allister (Brighton);

Atacantes: Paulo Dybala (Roma), Lionel Messi (PSG), Ángel Di María (Juventus), Nicolás González (Fiorentina), Joaquín Correa (Inter de Milão), Lautaro Martínez (Inter de Milão) e Julián Álvarez (Manchester City).

AFP

Camarões e Dinamarca lançam uniformes, e guarda-roupa da Copa fica completo; veja os modelos

Últimas