Copa do Mundo Inglaterra vence com autoridade, se classifica em primeiro e enfrenta Senegal nas oitavas

Inglaterra vence com autoridade, se classifica em primeiro e enfrenta Senegal nas oitavas

Com show de Rashford, ingleses ganham por 3 a 0; País de Gales é eliminado em Copa decepcionante de Bale

  • Copa do Mundo | Gabriel Herbelha*, Do R7

Marcus Rashford, do Manchester United, teve grande atuação na vitória inglesa

Marcus Rashford, do Manchester United, teve grande atuação na vitória inglesa

Hannah Mckay/Reuters - 29.11.2022

Pintou o favorito? Em grande atuação, a Inglaterra vence o País de Gales por 3 a 0 no fechamento da última rodada do grupo B, nesta terça-feira (29), e garante classificação em primeiro lugar, com sete pontos conquistados.

Com dois gols de Rashford e outro marcado por Foden, os ingleses voltaram a jogar bem e agora se preparam para a próxima partida, pelas oitavas de final, contra o Senegal, que ficou em segundo no grupo A. O jogo acontece no próximo domingo (4), às 16h (Brasília).

Já os galeses, que voltaram a um Mundial após 64 anos, se despedem do Catar na lanterna do grupo. Muita decepção pela pífia campanha, principalmente do astro Gareth Bale, que marcou apenas um gol, e não assumiu o protagonismo.

O jogo

Na etapa inicial, podemos ver um jogo de ataque contra defesa.

A Inglaterra dominou as ações de jogo, com impressionantes 74% de posse de bola e nove chutes, contra apenas 26% de posse dos galeses, que chutaram apenas duas bolas, com nenhuma delas acertando a direção do gol.

Na melhor chance dos primeiros 45 minutos, a Inglaterra armou rápido contra-ataque, e em bola recuperada no meio campo Harry Kane deu ótimo passe para Rashford, que parou na boa defesa do goleiro Hennessey.

Do lado galês, além da pouca inspiração no jogo, mesmo precisando do resultado para se classificar, o time perdeu aos 36 minutos o lateral Neco Williams, que teve de ser substituído por suspeita de concussão.

Na volta do intervalo, os comandados de Gareth Southgate mantiveram a pressão, e Gales não resistiu.

Logo aos 5 minutos, após falta sofrida por Foden na boca da área, Rashford foi para a bola e bateu a falta com perfeição, no canto superior direito, para abrir o placar.

No lance seguinte ao gol, em saída de bola errada dos galeses, o lateral Ben Davies tentou o drible, foi interceptado, a bola sobrou para Harry Kane, que cruzou com perfeição para Phil Foden marcar seu primeiro gol na Copa e ampliar o marcador.

Os galeses, muito desorganizados, tentavam um milagre, e até tiveram perigo em algumas finalizações, mas os dois gols em sequência abateram a seleção.

Melhor em campo, Rashford ainda fez mais um gol — um belo gol, na verdade! Após receber bom lançamento, carregou a bola, fez jogada individual e fuzilou, para dar números finais ao jogo: Inglaterra 3 a 0.

Os ingleses saíram animados da partida. A empolgação é justa, visto o desempenho. A equipe tem o melhor ataque do torneio, com nove gols, e, na defesa, apenas dois gols sofridos.

Mesmo sem balançar a rede, o furacão Harry Kane mostra toda sua importância tática nos jogos, e já deu três assistências aos companheiros.

Após terminar o Mundial em quarto lugar em 2018, na Rússia, os Three Lions têm motivo de sobra para acreditar que o caneco está voltando para casa.

E finalmente saiu o gol de falta!

Primeiro gol do jogo veio em linda cobrança de falta de Rashford

Primeiro gol do jogo veio em linda cobrança de falta de Rashford

Peter Cziborra/Reuters - 29.11.2022

No 35º jogo da Copa do Mundo, saiu o tão esperado gol em uma cobrança de falta. Foi dos pés de Marcus Rashford, que abriu o placar em grande estilo para a Inglaterra.

No detalhe da imagem, é possível ver que o goleiro galês Wayne Hennessey não teve chances na finalização direta do jogador do Manchester United. Golaço!

Ficha técnica

País de Gales 3 X 0 Inglaterra

Local: estádio Ahmad Bin Ali, Catar
Data e hora: terça-feira (29), às 16h (Brasília)
Árbitro: Slavko Vincic (SVN)
Assistentes: Tomaz Klancnik (SVN)  e Andraz Kovacic (SVN)
VAR: Marco Fritz (GER)
Gols: Marcus Rashford (2x) e Phil Foden (ING)

PAÍS DE GALES: Danny Ward; Neco Williams (Connor Roberts), Chris Mepham, Ethan Ampadu, Joe Rodon, Ben Davies (Joseff Morrell); Aaron Ramsey, Joe Allen (Rubin Colwill); Daniel James (Harry Wilson), Gareth Bale (Brennan Johnson), Kieffer Moore. Técnico: Robert Page.

INGLATERRA: Jordan Pickford; Kyle Walker (Alexander-Arnold), Harry Maguire, John Stones, Luke Shaw (Kieran Trippier); Declan Rice (Kalvin Phillips), Jordan Henderson, Jude Bellingham; Phil Foden, Harry Kane (Callum Wilson), Marcus Rashford (Jack Grealish). Técnico: Gareth Southgate.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Marcos Rogério Lopes

Últimas