Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esportes
Publicidade

Fifa abre processo disciplinar contra Rubiales após atleta pedir 'medidas exemplares'

Ação da entidade vem depois de Jenni Hermoso se manifestar sobre o episódio em que foi beijada à força após ser campeã do mundo 

Copa do Mundo|Do R7

Luis Rubiales comanda o futebol espanhol desde 2018
Luis Rubiales comanda o futebol espanhol desde 2018 Luis Rubiales comanda o futebol espanhol desde 2018

A Fifa informou nesta quinta-feira (24) que abriu um processo disciplinar contra Luis Rubiales, presidente da RFEF (Real Federação Espanhola de Futebol), em razão do beijo sem consentimento dado por ele na atacante Jenni Hermoso, durante a celebração do título da Espanha na Copa do Mundo Feminina. Na quarta, a jogadora quebrou o silêncio e se manifestou sobre o episódio, por meio do sindicato Futpro, e pediu "medidas exemplares" contra o dirigente.

De acordo com a Fifa, está sendo apurado se o beijo de Rubiales constitui violação do artigo 13, parágrafos 1 e 2, do código disciplinar da entidade. Os itens versam sobre comportamento ofensivo e violação dos princípios do fair play.

No parágrafo 2, são listadas as condutas que podem render punição: violar as regras básicas de conduta decente; insultar alguém com gestos, sinais ou palavras; usar eventos esportivos para demonstrar uma natureza antidesportiva; agir de forma que coloque o futebol ou a Fifa em descrédito; alterar a idade de jogadores. Não há nenhuma descrição específica sobre assédio.

"O Comitê Disciplinar da Fifa só fornecerá mais informações sobre estes processos disciplinares depois de emitir uma decisão final sobre o assunto. A Fifa reitera o seu compromisso inabalável de respeitar a integridade de todos os indivíduos e condena veementemente qualquer comportamento contrário", diz o comunicado da entidade.

Publicidade

PRONUNCIAMENTO

De férias em Ibiza com companheiras da seleção espanhola, Jenni tem evitado se expor. Em suas redes sociais, faz apenas publicações referentes à viagem, ainda comemorando a conquista do Mundial. Para se preservar, decidiu ser representada pelo Futpro. "O meu sindicato FUTPRO, em coordenação com a minha agência TMJ, encarregam-se de defender os meus interesses e serão os interlocutores deste assunto", diz a declaração da atacante na nota publicada pelo sindicato na quarta-feira.

Publicidade

O Futpro começa o comunicado condenando "condutas que atentem contra a dignidade das mulheres" e pedindo à RFEF que "implemente protocolos necessários, garanta os diretos das jogadoras e adote medidas exemplares". Também faz um apelo ao Conselho Superior do Esporte (CSD, na sigla em espanhol) para que haja "prevenção e intervenção frente ao assédio ou abuso sexual, ao machismo e ao sexismo". O nome de Rubiales não é citado em nenhum momento, mas o trecho final faz referência ao episódio do beijo.

· Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Publicidade

· Compartilhe esta notícia no Telegram

"O FUTPRO rejeita qualquer atitude ou conduta que viole os direitos de atletas de futebol e do sindicato onde trabalhamos, para que atos como o que vimos nunca fiquem impunes, sejam sancionados e sejam adotas as medidas pertinentes para proteger atletas de ações que acreditamos ser inaceitáveis", diz o texto.

O posicionamento com o aval de Jenni reforça a maior contradição do caso. Depois da repercussão negativa da imagem do beijo, a RFEF divulgou um texto atribuído à jogadora em que ela dizia que entendia o episódio como "um gesto mútuo e totalmente espontâneo" e afirmava ter "uma ótima relação" com Rubiales.

Na terça-feira, o site Relevo publicou uma matéria que dizia que a federação teria produzido uma declaração falsa da atleta sobre o tema, uma vez que ela não quis se pronunciar após o ocorrido. Antes disso, Jenni havia feito um breve comentário em uma transmissão ao vivo nas redes sociais logo após a conquista. "Não gostei, o que posso fazer?", disse.

PRESSÃO

O caso tomou grande repercussão e até o governo espanhol tem se posicionado. Félix Bolaños, ministro da Presidência da Espanha, disse, durante uma visita oficial a Paris, que há a possibilidade de uma intervenção. "Estamos acompanhando de muito perto, porque as coisas não podem ficar assim. Estamos esperando medidas, mas, se nada acontecer, o governo irá atuar", afirmou.

A Anistia Internacional, por sua vez, publicou nesta quinta-feira uma nota de apoio a Jenni, após o comunicado divulgado pelo Futpro. "A ação de Luis Rubiales é violência sexual no ambiente de trabalho e parte de um superior hierárquico. A RFEF deve tomar medidas urgentes, investigando adequadamente o ocorrido, colocando o foco na proteção da jogadora e cumprindo seu protocolo frente a violência sexual", posicionou-se a organização.

DENÚNCIA

Após o beijo sem consentimento, Rubiales foi denunciado ao Conselho Superior de Esportes da Espanha. A denúncia foi movida por Miguel Galán, presidente da Escola Nacional de Treinadores de Futebol. Galán definiu a atitude de Rubiales como um "ato sexista intolerável no esporte" e se baseou na lei 39/2022 do Esporte, legislação recente na qual é determinado que "qualquer ação que possa ser considerada discriminação, abuso ou assédio sexual e/ou assédio por razão de sexo ou autoridade deve ser levada ao conhecimento do órgão sancionador do Conselho Superior de Esportes, para ser sancionada como infração grave".

A denúncia também cita o protocolo interno da Federação Espanhola de Futebol contra a violência sexual. No artigo 14, há um item específico que versa sobre "beijo à força" e considera tal comportamento como "conduta inaceitável que acarretará em consequências imediatas". Galán pede que a denúncia seja transferida ao Tribunal Administrativo do Esporte. Diante da crise causada pela imagem, a federação convocou uma assembleia geral extraordinária para sexta-feira. Durante o encontro, o presidente, que cumpre mandato com encerramento previsto para o fim 2024, terá de dar explicações sobre seu comportamento.

Além de beijar campeã da Copa, dirigente teria roubado dinheiro para festa; conheça Luis Rubiales

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.