Copa do Mundo Craques da Copa: Mundial deverá ser o da afirmação de Ferran Torres

Craques da Copa: Mundial deverá ser o da afirmação de Ferran Torres

Atacante começou carreira no espanhol Valencia, foi viver Premier League com City e agora defende Barcelona

Montagem R7

Nascido na cidade de Foios, na Comunidade Valenciana, Ferran Torres deu seus primeiros passos no futebol ainda criança. Aos 6 anos, em 2006, Torres entrou para o Valencia, time da cidade. Onze anos depois, o atacante faria sua estreia no time principal do clube espanhol. No ano seguinte, em 2018, Torres foi oficialmente promovido à equipe titular.

Sendo titular, o atacante encontrou espaço no time principal e pouco depois, em 2020, o Manchester City fez uma oferta pelo atacante. Contrato até 2025 e 23 milhões de euros depois, Torres passou a defender o azul e branco dos ingleses de Manchester.

Torres, de 22 anos, busca primeira taça pela seleção principal da Espanha

Torres, de 22 anos, busca primeira taça pela seleção principal da Espanha

Reprodução/Instagram/@ferrantorres

Na Inglaterra, o atacante herdou a camisa 21, usada pelo ídolo dos torcedores do City, David Silva. No caso, Silva também é espanhol e assim como Torres, jogava no Valência.

Ainda em 2020, o atacante espanhol se consagrou o espanhol mais novo a marcar três vezes consecutivas em uma Champions League, aos 20 anos e 241 dias. No ano seguinte, o City foi campeão nacional e Torres foi peça fundamental para a conquista do elenco inglês.

Durante a temporada 2021-22, Torres teve uma lesão no metatarso que acabou o tirando dos gramados por quase 3 meses. Em dezembro de 2021, o atacante concordou em ser transferido ao Barcelona por 55 milhões de euros. No Barça, onde joga atualmente, Torres tem um contrato até 2027 e a multa recisória é de € 1 bilhão.

Torres está atualmente no Barcelona e é figurinha carimbada na seleção espanhola

Torres está atualmente no Barcelona e é figurinha carimbada na seleção espanhola

Reprodução/Instagram/@ferrantorres

Pela seleção, o camisa 11 também se mostra um dos principais jogadores do time. Não é de hoje que Torres busca espaço entre os titulares da seleção espanhola. Em 2017, o atacante estava na conquista do Campeonato da Europa de Sub-17, sobre a Inglaterra. Depois disso, o jovem foi nome certo em convocações das categorias de base da seleção espanhola, passando pelo Sub-19 e pelo Sub-21.

Ainda em agosto de 2020, Torres estreou pela seleção principal da Espanha, contra a Alemanha, em um jogo da Liga das Nações Uefa. Em novembro do mesmo ano, o jogador marcou seu primeiro hat-trick internacional na vitória por 6 a 0 sobre o mesmo adversário.

Em maio do ano seguinte, Torres foi convocado para jogar a Eurocopa 2020, que foi disputada em 2021 por conta da pandemia de coronavírus. Na Liga das Nações da temporada 2020-21, o atacante foi eleito o artilheiro das fases finais, ao lado dos franceses Kylian Mbappé e Karim Benzema, com dois gols cada um deles.

O atacante vem batendo na trave tanto nos clubes, quanto na seleção. Pelo Manchester City, o atacante foi vice-campeão da Champions League de 2020-21. Vestindo a camisa da Espanha, o espanhol foi vice da Liga das Nações do mesmo ano.

Ferran definitivamente tenta manter a fama de goleador entre os companheiros de equipe. Atualmente, Torres tem 13 gols pela Espanha, mesma marca do ídolo espanhol Raúl González. O atual camisa 11 precisou de 23 partidas com camisa da 'Fúria' para atingir esssa marca, coincidentemente, González também. Raúl ainda sustenta a marca de ser o segundo maior goleador da história da seleção espanhola, com 44 gols.

Estádio da final da Copa do Mundo ganha uma data de inaurguração

Últimas