Copa do Mundo Copa do Mundo: repórter dinamarquês é censurado durante entrada ao vivo no Catar; veja

Copa do Mundo: repórter dinamarquês é censurado durante entrada ao vivo no Catar; veja

Jornalista foi impedido de continuar gravações, e um agente de segurança ameaçou quebrar a câmera usada; confira

  • Copa do Mundo | Do R7

Uma equipe de reportagem dinamarquesa enviada ao Catar para cobrir a Copa do Mundo foi censurada nesta terça-feira (15) durante uma gravação nas ruas de Doha, capital do país. O jornalista Rasmus Tantholdt, da emissora TV2, fazia uma entrada ao vivo para um programa de televisão quando foi abordado por seguranças que impediram a continuidade das filmagens. 

Os agentes de segurança chegaram em um carro similar aos usados em campos de golfe. Nas imagens, é possível ver que um dos seguranças põe a mão na câmera, enquanto o outro discute com o repórter, que rebate.

Repórter dinamarquês foi censurado enquanto fazia uma entrada ao vivo no Catar

Repórter dinamarquês foi censurado enquanto fazia uma entrada ao vivo no Catar

Montagem R7

"Você convidou o mundo inteiro para vir aqui. Por que não podemos filmar? É um lugar público", argumenta Tantholdt. O segurança que põe a mão na lente, inclusive, ameaça danificar os equipamentos.

Após o acontecimento ter corrido o mundo, o Comitê do Catar e o Catar International Media Office, que organiza a comunicação do evento, pediram desculpas ao repórter, à equipe de reportagem e ao canal de televisão dinamarquês. 

Vini Jr., Rodrygo, Militão e craques do Real Madrid ganham carros de luxo antes da Copa; confira

Últimas