Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Com volta de Neymar, Brasil pega Coreia em busca de vaga nas quartas de final pela 8ª vez seguida

Seleção nunca perdeu para asiáticos nas três partidas que disputou até aqui; jogo acontece nesta segunda, às 16h (de Brasília)

Copa do Mundo|André Avelar, do R7, em Doha, no Catar

Neymar se movimentou bem no último treino do Brasil para encarar a Coreia do Sul
Neymar se movimentou bem no último treino do Brasil para encarar a Coreia do Sul Neymar se movimentou bem no último treino do Brasil para encarar a Coreia do Sul

Chuteiras douradas nos pés e sorriso largo no rosto. A seleção brasileira esperava há dias Neymar de volta ao campo. Depois do último treinamento, o atacante foi confirmado para a partida desta segunda-feira (5), às 16 horas (de Brasília), no estádio 974. O jogo contra a Coreia do Sul vale a classificação para as quartas de final pela oitava vez seguida para o time que busca o hexacampeonato da Copa do Mundo.

Neymar sofreu uma pancada violenta ainda no jogo de estreia, contra a Sérvia. O atacante acabou com uma entorse no tornozelo direito e, desde então, foram dez dias de fisioterapia superintensiva, em três períodos, para que pudesse voltar a jogar nas oitavas de final — ficou de fora das partidas contra Suíça e Camarões. O trabalho deu resultado e, pelo que se pôde apurar, a dor ainda continua, mas não o impede de fazer movimentos.

Leia também

Na entrevista coletiva, na véspera da partida, antes da preparação para enfrentar a Coreia, o técnico Tite preferiu ter cautela na escalação prévia.

“Em relação ao Neymar, ele vai treinar hoje de tarde. Treinando, estará, sim, no jogo. Ele passa por um treinamento específico para eu não antecipar nenhuma situação. Eu não passo informação que não seja verdadeira. Ao longo da minha carreira, sempre tive credibilidade. Ele vai treinar. Estando bem, vai para o jogo. Os outros dez eu não escalo”, disse o treinador.

Continua após a publicidade

Ao lado do treinador, o capitão, Thiago Silva, ressaltou a alegria do grupo com a volta de Neymar e pediu apoio integral da torcida.

“Peço à torcida que confie na gente, porque estamos prontos para fazer uma grande Copa do Mundo. Claro que o título está muito distante, mas sonhar é de graça, e sonhamos com o título”, disse o zagueiro, que vai se igualar a Cafu e Dunga como jogador que mais vezes usou a braçadeira em Mundiais: 11 vezes.

Continua após a publicidade

No pouco que se pôde ver da atividade final, Neymar se movimentou bem, fez um trabalho contra defensores, marcou e chutou forte para o gol. Uma pausa para um spray analgésico, mas nada de grave. Com Neymar com a camisa 10, o time deve voltar ao formato da estreia, quando jogou com apenas um volante. A tendência então é uma equipe com Alisson; Eder Militão, Thiago Silva, Marquinhos, Danilo; Casemiro, Lucas Paquetá, Neymar; Raphinha, Vini Jr. e Richarlison.

Se o time terá Neymar e Danilo, também recuperado de uma lesão no tornozelo direito, ainda não poderá utilizar Alex Sandro. O lateral-esquerdo sofre com dores no lado esquerdo dos quadris, e, por isso, deve ser substituído pelo próprio Danilo, improvisado.

Continua após a publicidade

O Brasil, que vem de sua primeira derrota para uma seleção africana, venceu todos os três rivais asiáticos que enfrentou em Copas do Mundo: China (2002), Japão (2006) e Coreia do Norte (2010). Se repetir a escrita, estará de novo nas quartas de final, o que acontece desde Estados Unidos 1994.

A Copa vista de cima! Pelo alto, lances ficam ainda mais incríveis

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.