Copa do Mundo Brasil nunca perdeu para Croácia e tem histórico favorável contra rival europeu em Copas do Mundo

Brasil nunca perdeu para Croácia e tem histórico favorável contra rival europeu em Copas do Mundo

Seleção brasileira goleou a sul-coreana nas oitavas de final e agora terá confronto diante de croatas na sexta-feira, às 12 horas

  • Copa do Mundo | André Avelar e Carla Canteras, do R7

Goleada diante da Coreia do Sul classificou Brasil para quartas de final contra a Croácia

Goleada diante da Coreia do Sul classificou Brasil para quartas de final contra a Croácia

CARL RECINE/REUTERS - 5.12.2022

Se depender do retrospecto, o Brasil já pode se considerar na semifinal da Copa do Mundo. A seleção nunca perdeu para a Croácia, adversária de sexta-feira (19), às 12 horas, no estádio Cidade da Educação. E para completar o clima de empolgação depois da goleada, na última vez que venceu um time europeu em uma fase decisiva, foi pentacampeão do mundo.

Evidentemente, estatística não ganha jogo. Mas o Brasil voltou a mostrar o seu bom futebol, fazer jogadas rápidas e bem trabalhadas, capazes de levar o time adiante no Mundial. Na Coreia e no Japão 2002, venceu Bélgica (oitavas), Inglaterra (quartas) e Alemanha (final), entre os países do Velho Continente.

Na história das Copas, o confronto contra o país da icônica camisa quadriculada é recente, tanto quanto a história do próprio país, independente da antiga Iugoslávia desde 1991. A Croácia foi terceiro lugar na França 1998 e vice-campeã na Rússia 2018. Contra a seleção brasileira, foram dois confrontos e duas vitórias do time canarinho: Alemanha 2006 (1 a 0) e Brasil 2014 (3 a 1).

Eliminações para europeus desde 2002

Mas dos dois gols de Ronaldo pra cá, na campanha pentacampeã, a coisa só amargou. Em 2006, nas quartas de final aquele golzinho do Henry é impossível esquecer, já que determinou a vitória da França e a eliminação na Alemanha 2006.  

Quatro anos mais tarde, na África do Sul, na mesma fase, foi a vez de a Holanda mandar o Brasil de volta para casa. Com um 2 a 1 de virada e com direito a gol contra de Felipe Melo.

Em 2014, foi a vez da pior derrota da história da seleção brasileira. Na semifinal, no Mineirão lotado, a Alemanha de Müller e companhia fez o histórico 7 a 1. Como não lembrar?

Na Rússia, a Bélgica estava no caminho do Brasil. Foi mais uma eliminação nas quartas de final, mais uma vez teve gol contra brasileiro, Fernandinho marcou o primeiro para os belgas, De Bruyne fez o segundo e Renato Augusto diminuiu.

Quem vencer do confronto entre Brasil e Croácia enfrentará quem passar de Holanda e Argentina, em partida que acontece também na sexta-feira.

Últimas