Futebol Comissão aprova mandato de 4 anos para presidente do Timão

Comissão aprova mandato de 4 anos para presidente do Timão

Alteração valerá somente para o próximo pleito, mas ainda precisa ser votada pelo Conselho Deliberativo e pela Assembleia Geral

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Membros da diretoria e do Conselho Deliberativo do clube reunidos

Membros da diretoria e do Conselho Deliberativo do clube reunidos

Rodrigo Coca / Agência Corinthians

O primeiro passo foi dado para que o próximo presidente do Corinthians tenha mandato de quatro na gestão seguinte. Em reunião na noite desta terça-feira (12), a Comissão de Reforma Estatutária aprovou essa mudança de três para quatro anos. No entanto, essa alteração valerá somente para o próximo pleito, mas ainda precisa ser votada pelo Conselho Deliberativo e pela Assembleia Geral.

O atual presidente Duílio Monteiro tem mandato até 2023 e se for candidato à reeleição, poderá ter a próxima gestão de quatro anos. Na reunião desta terça-feira, a Comissão de Reforma Estatutária votou pela permanência da eleição em turno único. De acordo com a Gazeta Esportiva, esse tópico terminou empatado, mas o voto de minerva foi do presidente André Negão.


A Comissão vetou o aumento no número de conselheiros vitalícios e uma maior quantidade de integrantes nas chamadas "chapinhas". O número atual é de 25 membros e vai continuar assim - a proposta era dobrar essa quantidade para 50. Essas chapinhas possuem 25 integrantes e os sócios elegem um presidente, dois vices e oito chapinhas para o Conselho Deliberativo, totalizando 200 conselheiros em mandatos de três anos.

Outra decisão tomada pela Comissão de Reforma Estatutária é que para reprovar as contas da diretoria executiva, será necessário ter somente dois terços dos votos e não mais o sistema de 50% mais um.

Flamengo lança nova linha de roupas com peças de até R$ 1.200

Últimas