Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Com pênalti polêmico, São Paulo vence Santos no Morumbi

Tricolor abriu o placar com Calleri, Peixe empatou, mas Luciano garantiu a vitória no Brasileirão cobrando penalidade no fim

Futebol|Do Live Futebol BR

Luciano marcou de pênalti contra o Santos
Luciano marcou de pênalti contra o Santos Luciano marcou de pênalti contra o Santos

No clássico paulista que fechou a quarta rodada do Brasileirão, deu São Paulo. Com pênalti polêmico e decisivo no fim, o Tricolor Paulista venceu o Santos por 2 a 1 na noite desta segunda-feira (2), no Morumbi, e chegou aos 7 pontos na quinta posição da tabela de classificação. Já o Peixe segue com os mesmos 7, mas na sexta colocação.

Com o apoio de sua torcida (mais de 36 mil pessoas), o São Paulo abriu o placar no primeiro tempo com Calleri e Marcos Leonardo empatou para o Alvinegro Praiano. No fim, em lance polêmico, o VAR (árbitro de vídeo) entrou em ação e viu toque na mão de Rodrigo Fernández. Pênalti marcado e que Luciano não desperdiçou, já aos 36 minutos do segundo tempo, garantindo a vitória são-paulina. No lance, o Santos reclamou muito de um lateral invertido no início da jogada.

Próximos jogos

Agora ambos os times voltam suas atenções para a Copa Sul-Americana. O Tricolor Paulista enfrenta o Everton, do Chile, na próxima quinta (5), às 19h15, em Viña del Mar.

Publicidade

Pela mesma competição, o Peixe visita a Universidad Católica também na quinta-feira (5), às 21h30, em Quito, no Equador.

Leia também

O jogo

Publicidade

A partida começou bastante equilibrada no clássico SanSão, com o São Paulo arriscando mais, mas o Peixe se defendendo na medida do possível. Apesar de terem o domínio e espaço para jogar, os donos da casa não eram agressivos o suficiente para chegar e finalizar ao gol.

Mas, aos 9’, ele apareceu: Calleri. O argentino recebeu cruzamento de Patrick e apenas cabeceou para o fundo das redes, abrindo o placar para o time do Morumbi. Depois do gol, o Tricolor baixou as linhas e acabou deixando mais espaço para o Santos jogar.

Publicidade

Aos 45’, Baptistão deixou Welington no chão e cruzou rasteiro. Jandrei até se esticou, mas a bola passou direto e Marcos Leonardo estava em ótima posição para mandar para o fundo das redes.

Já na segunda etapa, o Santos voltou melhor. Ainda que o auxiliar Charles Hembert, substituto de Rogério Ceni, suspenso, tenha feito uma mudança logo antes de a bola rolar novamente, o Tricolor não conseguia mais levar tanto perigo ao time santista.

Após pedidos da torcida, Luciano entrou na equipe e logo já levou perigo ao gol de João Paulo. Aos 29’, o camisa 11 cabeceou, mas o arqueiro santista espalmou, evitando o gol.

Faltando 10 minutos para o fim do tempo regulamentar, o VAR (árbitro de vídeo) precisou entrar em ação. Alisson cruzou uma bola na área, mas Rodrigo Fernández encostou a mão na bola. Pênalti que Luciano não deu oportunidade para João Paulo, batendo firme e ampliando o placar: 2 a 1.

O árbitro deu sete minutos de acréscimo, mas não foi suficiente para o Santos empatar, finalizando o clássico com vitória do Tricolor Paulista.

FICHA TÉCNICA

São Paulo 2 x 1 Santos

Local: Estádio do Morumbi - São Paulo

Data e hora: segunda-feira (2/5), às 20h (de Brasília)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS)

VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)

Público e renda: 36.746 torcedores / R$ 1.581.896,00

Cartões amarelos: Marcos Leonardo, Madson, Fabián Bustos, Rodrigo Fernández, Lucas Pires (Santos); Rafinha, Charles Hembert, Alisson(São Paulo)

Gols: Calleri, aos 9’/1ºT e Luciano aos 36’/2ºT (São Paulo); Marcos Leonardo, aos 45’/1ºT (Santos)

SÃO PAULO: Jandrei; Rafinha (Igor Vinícius), Diego, Arboleda e Welington; Andrés (Luciano), Nestor (Pablo Maia), Patrick (Alisson) e Igor Gomes; Eder (Marquinhos) e Calleri. Técnico: Charles Hembert

SANTOS: João Paulo; Madson, Maicon, Velázquez e Lucas Pires; Rodrigo Fernández, Vinícius Zanocelo e Felipe Jonathan (Lucas Braga); Johan Julio (Willian Maranhão), Marcos Leonardo e Léo Baptistão (Ricardo Goulart). Técnico: Fabián Bustos.

Vidal é flamenguista! Veja famosos que torcem por times brasileiros

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.