Com gritos de 'vergonha' e vaias, Fla atropela o Palmeiras no Allianz

Gols de Arrascaeta e Gabigol, duas vezes, garantiram mais uma vitória para o campeão antecipado. Torcida alviverde protestou contra Mano e dirigentes

Gabigol marcou duas vezes na vitória do Fla para cima do Palmeiras

Gabigol marcou duas vezes na vitória do Fla para cima do Palmeiras

LUIS MOURA/WPP/ESTADÃO CONTEÚDO

"Vencer, vencer, vencer". Nunca o verso do hino do Flamengo encaixou tão bem com o que o time vem apresentando dentro de campo. Campeão da Libertadores e, com quatro rodadas de antecedência, também do Brasileirão, a equipe visitou o Palmeiras neste domingo e não tomou conhecimentos do rival, vencendo por 3 a 1 e deixando ainda menos dúvidas de que é o melhor time do Brasil em 2019.

Arrascaeta e Gabigol, duas vezes, construíram mais uma vitória, a 27ª da equipe no torneio nacional, o que deixa o time com incríveis 87 pontos, 19 a mais do que o segundo colocado, Santos, que ainda atua neste domingo. O Alviverde, terceiro lugar, também tem 68.

Na próxima rodada, as duas equipes entram em campo apenas na quinta-feira. Enquanto o Palmeiras encara o Goiás no Brinco de Ouro, em Campinas, o Flamengo recebe o já rebaixado Avaí no Maracanã.

O jogo
Logo nos primeiros minutos, o Flamengo mostrou os motivos de ser o grande time do Brasil em 2019. Aos 4, o time já abriu o placar. Gabigol recebeu lançamento longo e tocou para Arrascaeta, que apenas rolou para o fundo do gol. A princício, o gol havia sido anulado, com o bandeirinha alegando impedimento de Gabigol. Porém, após a utilização do VAR, a vantagem flamenguista foi confirmada.

O time carioca não baixou o ritmo e continuou criando chances. Aos 21, Bruno Henrique cabeceou para fora. Aos 32, Rafinha cruzou na medida para Vitinho, que, também de cabeça, obrigou Jailson a fazer uma grande defesa para evitar o segundo.

Aos 43, mais uma oportunidade perdida. Vitinho cruzou rasteiro para Gabigol, que mandou para o gol e Jailson mais uma vez defendeu.

Mas toda a pressão flamenguista finalmente deu resultado aos 46. E com um golaço. Rafinha lançou para Arrascaeta, que, com um toque de classe, deixou Gabigol de frente para o gol. E o artilheiro do Brasileirão não desperdiçou, mostrando muita categoria na finalização e deixando sua equipe com dois gols de vantagem no fim do primeiro tempo.

Mal começou a segunda etapa e o Flamengo marcou o terceiro. Vitor Hugo saiu jogando errado e entregou a bola para Gerson. Ela sobrou limpa para Gabigol, que não teve dificuldades para marcar o seu 24º gol no Brasileirão.

Era o que faltava para a torcida do Palmeiras se revoltar de vez contra o time. Das arquibancadas do Allianz Parque, foram entoados muitos gritos de "vergonha, time sem vergonha" e críticas a Mano Menezes e também à diretoria, com xingamentos a Alexandre Mattos e o presidente Maurício Galiotte. Em um momento do jogo, até mesmo pedaços de assentos do estádio foram arremessados para dentro do campo.

Torcida do Palmeiras protestou muito durante derrota no Allianz

Torcida do Palmeiras protestou muito durante derrota no Allianz

BRUNO ULIVIERI/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDO

Já com a vitória praticamente assegurada, o Flamengo passou a administrar a vantagem e o Palmeiras, apesar de mostrar bastante apatia, passou a criar mais oportunidades.

Aos 14 e aos 34, Bruno Henrique e Willian acertaram a trave.

Aos 37, Willian marcou após belo passe de Dudu, mas a arbitragem flagrou posição de impedimento do atacante no início da jogada.

Mas no minuto seguinte não teve jeito. Matheus Fernandes recebeu entre a marcação e mandou para o fundo do gol, vencendo Diego Alves.

Nos acréscimos, por pouco o volante palmeirense não marcou o segundo, mas dessa vez o goleiro flamenguista venceu o confronto.

PALMEIRAS 1 X 3 FLAMENGO

Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data-Hora: 1/12/2019 - 16h
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Público/Renda: 22.219 presentes/R$ 1.291.119,4
Cartão amarelo: Vitinho e Rafinha (FLA)

GOLS: Arrascaeta, 4’/1ºT (0-1), Gabigol, 46'/1ºT (0-2), Gabigol, 1'/2ºT (0-3), Matheus Fernandes, 38'/2ºT (3-1)

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Matheus Fernando, 18'/2ºT), Bruno Henrique, Ramires (Gustavo Scarpa, Intervalo) e Lucas Lima (Willian, 8'/2ºT); Dudu e Luiz Adriano. Técnico: Mano Menezes

FLAMENGO: Diego Alves, Rafinha (Rodinei, 13'/2ºT), Rodrigo Caio, Rhodolfo e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Vitinho (Piris da Motta, 24'/2ºT) e Arrascaeta; Bruno Henrique (Diego, Intervalo) e Gabigol. Técnico: Jorge Jesus

Palmeiras x Flamengo: cutucadas e zoeira tornaram o clássico 'quente'