Futebol Com dois a mais, Santos empata com Banfield em 1 a 1 e avança 

Com dois a mais, Santos empata com Banfield em 1 a 1 e avança 

Peixe segue em busca do título da Sul-Americana graças à combinação do resultado do outro jogo do grupo C 

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Marcos Leonardo em jogada na noite desta terça contra o Banfield

Marcos Leonardo em jogada na noite desta terça contra o Banfield

Ivan Storti/Santos FC

Com dois homens a mais no segundo tempo, o Santos empatou em 1 a 1 com os argentinos do Banfield e se classificou às oitavas de final da Copa Sul-Americana na noite desta terça-feira (24), na Vila Belmiro, com casa cheia.

O Peixe agora inicia preparação para o clássico com o Palmeiras no domingo (29), às 16h, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro.

O jogo
Logo aos 8’, gol do Santos. Mas anulado: a arbitragem viu impedimento de Zanocelo em chute que balançou as redes.

No minuto seguinte, outro gol – mas do Unión La Calera sobre o Universidad Católica (EQU) pelo mesmo grupo C: 1 a 0, no Chile, em mesmo horário, mas sem tirar a liderança do Peixe pelo critério de gols. Calera seguia no segundo lugar. Só Santos e Calera tinham chance de avançar.

Aos 21’, Galoppo assustou os santistas ao tentar cabeceio dentro da área. A resposta veio no minuto seguinte com Lucas Pires em cruzamento, mas sem eficiência.

A vida do Peixe se complicou a muitos quilômetros de distância: segundo gol do La Calera sobre o Universidad Católica, o que, naquele momento, deixava o Peixe em segundo e, portanto, sem a vaga às oitavas de final.

O Santos insistia, mas o Banfield também assustava. Até que o Peixe ganhou uma grande chance: pênalti marcado para os brasileiros na suposta falta de Tanco em Marcos Leonardo dentro da área. Não há VAR na fase de grupos.

Leonardo aproveitou: ele mesmo cobrou o pênalti e converteu, aos 35': 1 a 0 para o Santos de volta à dianteira e rumo à única vaga disponível. Nono gol do artilheiro do Peixe na temporada.

Depois, Ricardo Goulart ainda recebeu bom cruzamento na segunda trave e, na sua especialidade, meteu a cabeça na bola, que foi para a linha de fundo.

Quando tudo se encaminhava para ficar na vatangem para o Santos, o Banfield surpreendeu: aos 45': Domingo chutou de longe e deixou tudo igual: 1 a 1.

Fim da etapa inicial, mas com uma notícia alentadora: gol do Universidad Católica no outro jogo decisivo. Com o 1 a 1 do Santos e o 2 a 1 no jogo do La Calera com a Católica, avançava Santos.

Etapa final

O segundo tempo começou com o Santos pressionando, inclusive em chute forte de Lucas Braga, aos 4’.

O Peixe contou com um incentivo e tanto: aos 8’, Dátolo entrou mais forte em Rwan Seco e, como já tinha amarelo, o argentino levou o cartão vermelho do árbitro peruano Augusto Menendez.

Rwan, na sequência, teria sofrido pênalti, mas o jogo seguiu. E Tanco, que também já tinha um amarelo, como Dátolo, cometeu falta e foi expulso, aos 17’: Santos com dois jogadores a mais em campo.

A torcida se empolgou, o técnico Fabián Bustos mexeu no Santos, mas o placar seguia em 1 a 1 que, àquela altura, bastava para o avanço do Peixe.

O problema é que o La Calera fez o terceiro para os chilenos: 3 a 1 sobre a Católica, levando o Santos à obrigação de vencer seu jogo.

Bruno Oliveira teve sua primeira chance com o técnico Bustos e foi para o jogo. Aos 36', Oliveira acertou chute no travessou do Banfield.

Se o Santos, com dois a mais, não fazia seu gol salvador, a Universidad Católica ajudava: gol dos equatorianos e 3 a 2 no outro jogo da chave, o que deixava o La Calera de fora e garantia os brasileiros nas oitavas da Sul-Americana.

Foi o que ocorreu: Santos terminou em primeiro com os mesmos 11 pontos do La Calera, mas melhor nos critérios de desempate. Peixe, com dificuldades, avança.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 1 x 1 BANFIELD
Local: Estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro), em Santos
Data e hora: terça (24/5), às 19h15
Árbitro: Augusto Menendez (PER)
Assistentes: Raul Lopez Cruz (PER) e Victor Raez (PER)

Público: 12.375
Renda: R$ 303.052,50

Gols: Marcos Leonardo (Santos), aos 35'/1ºT; Domingo (Banfield), aos 45'/1ºT;

Cartões amarelos: Dátolo (Banfield), aos 15’/ 1ºT; Tanco (Banfield), aos 33’/ 1ºT;  Lucas Barbosa (Santos), aos 33’/2ºT

Cartões vermelhos: Dátolo (Banfield), aos 8’/2ºT; Tanco (Banfield ), aos 15’/2ºT

SANTOS: João Paulo; Madson (Lucas Barbosa), Velásquez, Bauermann e Lucas Pires (Bruno Oliveira); Sandry (Gabriel Pirani), Zanocelo e Ricardo Goulart (Jojhan julio); Rwan Seco (Bryan Angulo), Marcos Leonardo e Lucas Braga. Técnico: Fabián Bustos.

BANFIELD: Bologna; Coronel, Maciel, Tanco e Quinteros; Cuadra, Domingo, Galoppo e Urzi (Cabrera); Dátolo e Cruz. Técnico: Frederico Vilar.

Catar quer servir de modelo com estádios climatizados na Copa 2022

Últimas