Futebol Ceni avalia temporada do São Paulo 'Tratam como ano de fracassos'

Ceni avalia temporada do São Paulo 'Tratam como ano de fracassos'

Treinador também saiu em defesa dos jogadores do Tricolor Paulista e falou sobre seu futuro no cargo

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Após a derrota para o Botafogo por 1 a 0 neste domingo (9), o técnico Rogério Ceni fez um balanço do São Paulo nesta temporada. Na visão do treinador, o clube não teve um ano ruim, ainda que tenha perdido o título da Copa Sul-Americana para o Del Valle.

“Esse ano já não conseguimos mais apresentar resultados, apesar de achar que o São Paulo conseguiu chegar longe em várias competições, mas não conseguiu o principal, que era ser campeão. Se tivesse conseguido o titulo, todos tratariam como um ano fantástico. Não conseguiu, todos tratam como ano de fracassos”, avaliou.

O treinador também apontou o que precisaria fazer para que o Tricolor buscasse coisas maiores na próxima temporada. Assim como fez em outras oportunidades, Ceni refletiu sobre seu cargo e também sobre o futuro do clube.

Rogério Ceni comanda a partida contra o Botafogo neste domingo

Rogério Ceni comanda a partida contra o Botafogo neste domingo

Foto: Rubens Chiri / SPFC.Net

“Não existe uma certeza por parte de ninguém. Todos querem (permanência). O clube quer que eu fique. Eu também quero ficar. Nós temos só que reunir melhores condições para que o clube possa trabalhar bem, e eu entregar bons resultados. Treinador que não entrega bons resultados, infelizmente, não serve”.

“Grande parte do elenco tem contrato para 2023, é que no momento não parece ter verba para contratação de novos jogadores. Não parece ter uma definição com jogadores com contrato vencendo. Existe planejamento, não está tudo largado. Como em todos os clubes, saídas e chegadas acontecerão”, completou.

Após a derrota para o Del Valle na Sul-Americana, a torcida passou a criticar bastante os jogadores do elenco. Ceni saiu em defesa de suas peças.

“Estou trabalhando com eles todo os dias. Entrego o máximo de esforço, chego cedo, entrego as informações possíveis. Tem jogadores em fim de contato, que vence no fim de ano, que ainda não renovaram, me parece difícil que fiquem. Saídas acontecerão, o clube, que é mais importante, vai ficar. Vamos tentar a vaga na Libertadores, temos jogo a menos, que pode nos dar sobrevida”, defendeu.

Agora, o São Paulo volta a disputar o Brasileirão no próximo domingo (16), quando enfrenta o Palmeiras, pela 32º rodada da competição. A bola rola às 16h (de Brasília), no Allianz Parque.

Fotos: Corinthians estreia 'uniforme japonês' contra Athletico-PR

Últimas