Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Ceni afirma que não vê final da Sul-Americana como pressão

O treinador do Tricolor também disse que não definiu a equipe que enfrentará o Del Valle na grande decisão

Futebol|Do Live Futebol BR

Rogério Ceni em partida pelo São Paulo
Rogério Ceni em partida pelo São Paulo Rogério Ceni em partida pelo São Paulo

O técnico Rogério Ceni, do São Paulo, afirmou que ainda não definiu a equipe que enfrentará o Independiente Del Valle na final da Copa Sul-Americana, no domingo (1º).

Com dúvidas, principalmente na disputa entre Rafinha e Igor Vinícius na lateral-direita, o treinador disse que vem fazendo experimentos, mas que definirá os titulares apenas nos próximos treinos.

“Não definimos nem os outros. O Rafinha entrou nessa partida que era para o Igor começar, contra o Avaí, porque eu achava que seríamos predominantes no jogo. O Rafinha tem uma construção melhor de jogo, marcação boa na última linha. Não tem a velocidade e o apoio que o Igor traz. Os dois treinaram hoje, fizemos rotação de 15 jogadores na equipe principal. Fizemos experimentos, mas não tem muito do que vai sair do padrão dos últimos jogos”, disse Ceni após o desembarque em Córdoba.

Leia também

Caso vença os equatorianos, o Tricolor conquistará seu 13º título internacional e a segunda taça da Copa Sul-Americana. Nos últimos dez anos, o Tricolor tem vivido um jejum de troféus, sendo que a única conquista foi a do Paulistão, em 2021. Apesar disso, Rogério Ceni não enxerga a decisão como uma pressão.

Publicidade

“Quando chega a uma final, não vejo como pressão. Vejo como oportunidade e mérito. Se chegou até aqui, é porque tem condições. Vamos enfrentar uma equipe altamente técnica, de muito boa construção de jogo. Tem muitas virtudes e alguns defeitos. Vamos tentar neutralizar a maioria das coisas boas. É uma equipe muito bem treinada, apesar de treinadores diferentes. Mas, com processo de jogo parecido há anos, acho que isso resulta em chegar mais longe do que o próprio São Paulo em competições”, disse Ceni.

“Eu sei quanto é importante. Não significa que vamos estar em finais em sequência. Essa final foi até atípica, inesperada, mas mudaria bastante a história do clube. Há dez anos não chegava a final de torneio importante, a gente quer desfrutar ao máximo. Vejo como uma grande oportunidade de trazer o São Paulo campeão novamente”, completou.

Publicidade

São Paulo e Independiente Del Valle se enfrentam neste sábado (1), no estádio Mario Alberto Kempes, em Córdoba, na Argentina.

Torcida do São Paulo faz a festa antes do embarque para a final da Sul-Americana

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.