Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Ingresso mais barato para estreia de Diniz na seleção brasileira custa R$ 200; veja os preços

Jogo contra a Bolívia pelas Eliminatórias, no dia 8 de setembro, será realizado no estádio olímpico do Pará, o famoso Mangueirão

Futebol|

Primeiro jogo de Diniz na seleção terá ingressos nada baratos
Primeiro jogo de Diniz na seleção terá ingressos nada baratos Primeiro jogo de Diniz na seleção terá ingressos nada baratos

O torcedor que quiser ver a seleção brasileira no dia 8 de setembro, no estádio olímpico do Pará (Mangueirão), terá de preparar o bolso e abrir a carteira. A partida de estreia de Fernando Diniz no comando da principal equipe nacional será contra a Bolívia, pela primeira rodada das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2026. O ingresso mais barato será de R$ 200.

A CBF anunciou que a venda dos ingressos será iniciada nesta segunda-feira, às 15h (de Brasília). A aquisição será feita através do site oficial da entidade. A arquibancada lado A é o setor mais barato, com entradas por R$ 200 a inteira e R$ 100 a meia. O torcedor que optar por ostentar mais pode desembolsar até R$ 1.600 pelo camarote mais caro.

· Compartilhe esta notícia no WhatsApp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

Veja todos os preços

• CAT-3 - arquibancada lado A - inteira: R$ 200; meia: R$ 100

Publicidade

• CAT-2 - arquibancada lado B - inteira: R$ 300; meia: R$ 150

• CAT-1 - cadeira lado A - inteira: R$ 400; meia: R$ 200

Publicidade

• CAT-1 - cadeira lado B - inteira: R$ 400; meia: R$ 200

• camarote (Hospitalidade) Tetra - R$ 1.000

Publicidade

• camarote (Hospitalidade) Penta - R$ 1.250

• camarote (Hospitalidade) Hexa - R$ 1.600

A partida em Belém marca o retorno da seleção brasileira ao Mangueirão. A última vez que ela esteve na arena foi em 2011, quando venceu a Argentina por 2 a 0 pela Supercopa das Américas. Desde então, o local passou por reformas e ampliou sua capacidade para 50 mil torcedores, além de ter mudanças no gramado no padrão Fifa, aperfeiçoado protocolos de segurança e investido na infraestrutura ao redor, com bares e restaurantes. O estacionamento agora comporta 9.000 veículos. A Conmebol fez inspeções e validou o palco da partida.

Este será o primeiro compromisso de Fernando Diniz à frente da seleção nacional, pensando na Copa do Mundo de 2026, que será realizada nos Estados Unidos, no Canadá e no México. Entretanto, o ciclo do técnico do Fluminense tem prazo de validade, e ele não deverá estar no Mundial, visto que a CBF garante ter acordo com Carlo Ancelotti, atual treinador do Real Madrid e que deve cumprir seu contrato com os espanhóis até o fim, em junho de 2024.

Diniz convocou, na sexta-feira (18), sua primeira lista de relacionados para os jogos com a Bolívia e o Peru. E polêmica não faltou. Lucas Paquetá foi cortado de última hora, e Raphael Veiga, do Palmeiras, foi chamado para seu lugar. Antony, acusado de violência doméstica por uma ex-namorada, e Neymar, lesionado e recém-contratado pelo Al-Hilal, da Arábia Saudita, também foram lembrados pelo treinador.

De vendedor de pastel à seleção brasileira: conheça Joelinton, novidade do Brasil

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.