Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

CBF define Fernando Diniz, do Fluminense, como técnico interino da seleção brasileira

O treinador tem contrato com o Tricolor das Laranjeiras até o fim de 2024; depois desse prazo, ele ficará só com o time carioca

Futebol|

Diniz fica até a chegada de Ancelotti
Diniz fica até a chegada de Ancelotti Diniz fica até a chegada de Ancelotti

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) entrou em um acordo com o Fluminense,e Fernando Diniz conciliará o trabalho de treinador no Tricolor das Laranjeiras e na seleção brasileira, segundo informação confirmada pelo Lance!. O comandante será interino até a chegada de Carlo Ancelotti.

Com contrato com o Fluminense até 2024, Fernando Diniz conciliará essas duas funções, mas depois o comandante voltará a trabalhar exclusivamente no Tricolor das Laranjeiras. O técnico italiano tem vínculo com o Real Madrid até 30 de junho de 2024.

Em 2023, a seleção brasileira fará seis jogos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2026. Após três amistosos da equipe sob o comando de Ramon Menezes, com uma vitória e duas derrotas, a CBF mudou sua estratégia, e Diniz será o responsável pelas convocações para os duelos contra Bolívia, Peru, Venezuela, Uruguai, Colômbia e Argentina.

Em 2024, a CBF confirmou um amistoso da seleção brasileira contra a Espanha, em que Fernando Diniz também seria responsável por dirigir a equipe, uma vez que o confronto aconteceria antes do fim da temporada europeia e Carlo Ancelotti continuaria à frente do Real Madrid.

Publicidade

Até a publicação desta matéria, a CBF não confirmou a informação, mas fontes da entidade afirmaram que o vazamento da notícia pode fazer com que o negócio não se concretize.

Amado e odiado: veja o retrospecto de Fernando Diniz, novo técnico interino do Brasil

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.