Futebol Cartão vermelho é mantido pela Conmebol e Marcelo desfalca o Fluminense na Libertadores

Cartão vermelho é mantido pela Conmebol e Marcelo desfalca o Fluminense na Libertadores

O Tricolor pediu a anulação da expulsão no lance que culminou na grave lesão sofrida por Luciano Sánchez

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Marcelo cumprimenta Luciano Sánchez antes da partida

Marcelo cumprimenta Luciano Sánchez antes da partida

Reprodução Instagram @aaajoficial

Marcelo vai mesmo desfalcar o Fluminense no jogo de volta das oitavas de final da Copa Libertadores, contra o Argentinos Juniors, da Argentina, na próxima terça-feira (8), no Maracanã. A Conmebol manteve a expulsão do lateral-esquerdo.

 Compartilhe esta notícia no WhatsApp
 Compartilhe esta notícia no Telegram

No jogo de ida, realizado na última terça-feira (1º), na Argentina, Marcelo foi expulso no segundo tempo depois de um choque com Luciano Sánchez, que sofreu uma luxação no joelho esquerdo, em uma imagem que chocou a todos.

O Departamento Jurídico tricolor pediu a anulação da expulsão, por se tratar de uma fatalidade. Sem intenção, Marcelo acabou pisando na perna de Luciano Sánchez ao aplicar um drible. A Conmebol entendeu que o cartão vermelho foi justo.

"No presente caso, temos que a solicitação manifesta que o exposto pelo árbitro em seu informe não foi tal e como aconteceu, mas não expressa uma incorreta identificação do infrator; e das análises das imagens se observa claramente que o jogador Marcelo Vieira da Silva Junior é o envolvido na jogada e comete, a juízo do árbitro principal, uma infração passível com cartão vermelho", disse a Conmebol.

Assim, o experiente lateral-esquerdo desfalca o Fluminense no jogo de volta das oitavas de final. Como o duelo na Argentina terminou 1 a 1, um novo empate leva a decisão para os pênaltis. Quem vencer no tempo normal se classifica.

Vitor Roque supera Endrick e é o atleta jovem mais valioso do mundo; veja o ranking

Últimas