Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

São Paulo faz 3 a 1 no Palmeiras e abre vantagem na final do Paulistão

Calleri, duas vezes, e Pablo Maia marcaram para o Tricolor no Morumbi; Veiga descontou. Jogo de volta será domingo, no Allianz

Campeonato Paulista|Do Live Futebol BR

O São Paulo saiu na frente na luta pelo título do Campeonato Paulista. Na noite desta quarta-feira (30), no Morumbi, o Tricolor venceu o Palmeiras por 3 a 1 no primeiro jogo da finalíssima e leva vantagem para o segundo duelo, marcado para domingo (3), às 16h, no Allianz Parque.

Calleri, Eder, Igor Gomes comemoram gol do São Paulo no primeiro jogo da final
Calleri, Eder, Igor Gomes comemoram gol do São Paulo no primeiro jogo da final Calleri, Eder, Igor Gomes comemoram gol do São Paulo no primeiro jogo da final

Num Morumbi lotado, o São Paulo venceu com dois gols de Calleri e outro de Pablo Maia. Raphael Veiga descontou para o Palmeiras. Essa foi a primeira derrota do time comandado por Abel Ferreira no Campeonato Paulista.

Com o resultado, o Tricolor Paulista pode ser derrotado por até um gol de diferença no jogo de volta, que mesmo assim fica com o bicampeonato. O empate também é favorável ao time do Morumbi, que foi campeão no ano passado em cima do mesmo rival. Vitória do Verdão por dois gols leva a decisão para os pênaltis.

Jogo tenso e VAR em ação

Publicidade

Com muita festa dos mais de 60 mil torcedores presentes, o São Paulo iniciou o jogo pressionando o rival e chegando ao gol de Weverton, mas os donos da casa paravam na excelente defesa do Palmeiras - que até a noite desta quarta, havia sofrido apenas 4 gols.

Não demorou muito para que os visitantes equilibrassem a partida e passassem a levar perigo ao gol de Jandrei. Aos 9’, Piquerez passou por Rafinha, driblou e encontrou Raphael Veiga livre. O meia palmeirense chutou rasteiro e a bola quase entrou.

Publicidade

Leia também

A partida seguiu em ritmo veloz, com lances mais duros e disputas acirradas. Já nos acréscimos, o VAR (árbitro de vídeo) chamou o árbitro Douglas Marques das Flores e assinalou toque de mão de Marcos Rocha dentro da área. Com o pênalti marcado, Calleri foi para a cobrança e não desperdiçou, abrindo o placar para o Tricolor Paulista no final do primeiro tempo.

Cotia resolve

Publicidade

Nos 45 minutos finais, o duelo começou bem disputado, com ambas as equipes buscando chegar ao gol adversário. 

O São Paulo cresceu na partida e passou a pressionar bastante. Aos 18’, um lance totalmente criado por Cotia gerou o segundo gol do Tricolor Paulista. Igor Gomes encontrou Rodrigo Nestor, o camisa 25 então tocou para Pablo Maia, que mandou um chute forte para o fundo das redes, ampliando o placar no Morumbi.

Publicidade

Com o resultado, a torcida voltou a inflamar e cantar cada vez mais alto. O Palmeiras buscava criar da melhor maneira possível para diminuir o marcador, mas era bloqueado pela defesa são-paulina.

Mais emoção - e gols

Aos 35’, Nikão cobrou escanteio, a bola passou por Igor Gomes, que desviou na primeira trave, deixando Calleri livre para completar. Era o segundo do argentino no jogo, o terceiro do São Paulo na decisão.

O Palmeiras respondeu, e minutos depois teve falta perigosa para cobrar na entrada da área. Raphael Veiga cobrou e mandou direto para o fundo das redes do Tricolor, diminuindo o placar. O resultado fez com que o Palmeiras crescesse na partida, mas sem conseguir diminuir a desvantagem.

FICHA TÉCNICA

São Paulo 3 x 1 Palmeiras

Local: Estádio do Morumbi, São Paulo (SP)

Data e hora: Quarta-feira (30), às 21h40

Árbitro: Douglas Marques das Flores

Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Alex Ang Ribeiro

VAR: Jose Claudio Rocha Filho

Cartões amarelos: Patrick (São Paulo), Abel Ferreira (Palmeiras), Jailson (Palmeiras), Rodrigo Nestor (São Paulo), Diego Costa (São Paulo), Jandrei (São Paulo), Gabriel Veron (Palmeiras)

Gols: Calleri 50’/1T e aos 35’/2T; Pablo Maia aos 18’/2T (São Paulo); Raphael Veiga aos 38’/2T (Palmeiras)

SÃO PAULO: Jandrei; Rafinha, Léo Pelé, Diego Costa e Wellington; Pablo Maia, Rodrigo Nestor (Andrés Colorado), Alisson (Nikão) e Igor Gomes; Éder (Marquinhos) e Calleri.

Técnico: Rogério Ceni.

PAlMEIRAS: Weverton; Joaquín Piquerez, Marcos Rocha, Gustavo Gómez e Murilo; Jaílson, Gustavo Scarpa (Gabriel Veron), Raphael Veiga e Zé Rafael (Atuesta); Dudu (Wesley) e Rony.

Técnico: Abel Ferreira

Veja as seleções já classificadas para a Copa do Mundo de 2022

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.