Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Campeonato Paulista - NO REFRESH
Publicidade

Santos tem dois expulsos e São Paulo vence clássico com brilho argentino

Lucas Pires e João Lucas receberam vermelho direto, já o Tricolor aproveitou com gols de Calleri, Galoppo e Luan

Campeonato Paulista|Do Live Futebol BR


O São Paulo recebeu o Santos neste domingo (12), às 19h (de Brasília), no estádio do Morumbi. Em jogo bastante movimentado por expulsões e gols, o São Paulo venceu o Santos por 3 a 1. Calleri, Galoppo e Luan marcaram os tentos do Tricolor. Rwan, de pênalti, descontou para o Peixe.

Agora, com esse resultado, o São Paulo chega aos14 pontos e segue na liderança do grupo B, ao lado de Água Santa, Guarani e Mirassol. Já o Peixe fica com 9 pontos e na lanterna do grupo A, ao lado de Bragantino, Botafogo-SP e Inter de Limeira.

O próximo compromisso do São Paulo é na quarta-feira (15), às 21h35 (de Brasília), quando recebe a Inter de Limeira no estádio do Morumbi. Já o Santos volta a campo na quinta-feira (16), às 19h30 (de Brasília), diante do Santo André, no estádio Bruno José Daniel.

Calleri comemorando gol pelo São Paulo
Calleri comemorando gol pelo São Paulo

Leia também

Lucas Pires é expulso e São Paulo abre vantagem no placar com brilho dos argentinos

Publicidade

O primeiro tempo foi dominado pelo São Paulo. Debaixo de bastante chuva e em um gramado encharcado, o Tricolor teve as melhores oportunidades do jogo. O Santos até arriscou, mas em nenhum momento levou perigo à meta de Rafael.

Aos 15’, após falta na entrada da área, Wellington Rato cobrou e Calleri, de cabeça, mandou para o fundo das redes. Na sequência, Galoppo teve a oportunidade de ampliar, mas a bola passou raspando as traves de João Paulo.

Publicidade

Aos 20’, mais uma oportunidade do São Paulo e o lateral Lucas Pires evitou o gol com o cotovelo. A arbitragem marcou pênalti para o Tricolor e expulsou o jogador santista.

Na cobrança, Galoppo, frio, mandou rasteiro no canto esquerdo do gol do Peixe, ampliando o placar e marcando seu quinto gol na temporada. Artilheiro do Tricolor no ano.

Publicidade

O Santos até esboçou uma reação e levou perigo com Maicon e Mendoza, mas a defesa do Tricolor evitou os possíveis gols dos santistas.

Santos tem mais um expulso, São Paulo amplia, mas o Peixe diminui

O segundo tempo começou com o São Paulo aproveitando os espaços deixados pelo Peixe após a expulsão de Lucas Pires. No entanto, o que já era ruim para o Santos piorou. Aos 11, João Lucas deu uma entrada duríssima em Calleri e recebeu vermelho direto pelo lance, deixando o time da baixada com dois atletas a menos.

Na sequência, Galoppo recebeu de Welington e finalizou cara a cara com João Paulo, mas o gramado encharcado desviou a rota da bola. Seria o terceiro do São Paulo na partida.

Com os desfalques por expulsão, o Santos tinha dificuldades em atacar e apenas se defendia, enquanto o São Paulo passava boa parte do tempo na área santista. Mesmo assim, o jogo caiu de produção e poucas chances perigosas foram criadas. 

Já nos minutos finais, Galoppo tocou para Luan. O volante ajeitou e arriscou de muito longe, mas a bola foi em direção ao gol e entrou para o fundo das redes de João Paulo.

Ainda deu tempo de Rafael cometer pênalti em Rwan. Na cobrança, o próprio camisa 12 deslocou o arqueiro do São Paulo e diminuiu para o Peixe. 

FICHA TÉCNICA

São Paulo 3 x 1 Santos

Data e horário: 12 de janeiro de 2023, às 19h00 (horário de Brasília)

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza

Árbitro Assistente 1: Alex Ang Ribeiro

Árbitro Assistente 2: Mauro André de Freitas

Quarto Árbitro: Marianna Nanni Batalha

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral

Cartões amarelos: Luciano, Pablo Maia, Matheus Belém, Calleri, Caio Paulista, Rafael (São Paulo); Camacho, Nathan (Santos)

Cartão vermelho: Lucas Pires e João Lucas (Santos)

Gols: Calleri aos 15’/1T, Galoppo aos 23’/1T e Luan aos 42'/2T (São Paulo); Rwan aos 49'/2T (Santos)

São Paulo: Rafael; Orejuela (Nathan Mendes), Alan Franco (Matheus Belém), Lucas Beraldo e Welington; Jhegson Méndez, Pablo Maia (Luan), Galoppo, Luciano (Marcos Paulo) e Wellington Rato (Caio Paulista); Calleri. Técnico: Rogério Ceni.

Santos: João Paulo; João Lucas, Maicon, Eduardo Bauermann e Lucas Pires; Dodi e Camacho (Vinícius Balieiro); Ângelo (Nathan), Mendoza (Messias), Marcos Leonardo (Lucas Barbosa) e Lucas Braga (Rwan). Técnico: Odair Hellmann.

Disney, broncas e elogios: veja o que Abel já falou sobre Endrick em entrevistas

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.