Campeonato Paulista Rafinha liberado e estreia de reforços: como o São Paulo deve iniciar o Paulistão

Rafinha liberado e estreia de reforços: como o São Paulo deve iniciar o Paulistão

Rogério Ceni não revelou a escalação, no entanto deu indícios de como pretende jogar o Estadual

Rogério Ceni comandando o São Paulo contra o Juventude

Rogério Ceni comandando o São Paulo contra o Juventude

Foto: Rubens Chiri / SPFC.Net

O São Paulo estreia no Paulistão amanhã, domingo (15), diante do Ituano, às 18h30 (de Brasília), no estádio do Morumbi. Em busca de mais um título da competição, o Tricolor Paulista começará a temporada modificado.

Com algumas chegadas e diversas saídas, o técnico Rogério Ceni precisará fazer algumas mudanças referentes ao time que encerrou a temporada em 2022, seja por opção do treinador, seja porque o atleta em questão já deixou a equipe.

Ainda que tenha mantido em segredo a provável escalação da equipe ou com qual esquema vai jogar, Rogério Ceni já deu alguns indícios do que pretende fazer com a equipe neste ano. Em coletiva, o treinador revelou que deve priorizar a defesa e também que poderá fazer um rodízio de goleiros para escolher o titular.

“Quero que seja um time mais consistente defensivamente. Tentar ser uma equipe de transição mais rápida, mais forte na marcação”, resumiu sem muitos detalhes.

“Não tivemos contratação com bola aérea, mas estamos trabalhando a cada dois dias a bola parada para tentarmos ser melhores defensivamente. É o principal ponto para dar liberdade aos que criam. Taticamente vamos nos ajustando com o passar do tempo, com o entrar em forma de cada jogador”, seguiu.

Na última temporada, o treinador atuou com três zagueiros na maior parte dos jogos. Para 2023, o comandante revelou que pretende continuar a usar o esquema, no entanto poderá adaptar para a linha de quatro defensiva também.

“Vou tentar proteger mais a zaga neste ano para sofrermos menos gols do que sofremos no ano passado. Não é impossível que em determinados jogos a gente jogue com três zagueiros”, disse ele.

“Temos jogadores que fazem mais que uma função, vamos vendo de acordo com o adversário. Pensamos em fazer um time na parte central que fique mais protegido”, completou.

Além disso, para a partida de estreia, o treinador poderá utilizar Giuliano Galoppo. O jogador que foi a maior contratação do clube chamou atenção nos treinamentos e tem a possibilidade de ser titular no elenco.

Rafinha, liberado após acordo, poderá ser escalado por Ceni na lateral-direita. O jogador havia sido expulso na final diante do Palmeiras em 2022 e precisaria cumprir suspensão; no entanto trocou sua punição por doação de cestas básicas.

As baixas ficam pelos reforços Alan Franco e Jhegson Méndez. Os atletas não apareceram no BID e portanto não podem ser escalados por Rogério Ceni. Por outro lado, Pedrinho, Wellington Rato e Rafael já estão à disposição do treinador.

Veja 7 motivos para acompanhar a estreia do Paulistão 2023 na Record TV, R7.com e PlayPlus

Últimas