Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

'Por que tanta mídia em mim? Não pedi isso. Ninguém vai ser o Pelé', diz Endrick

Em entrevista à revista GQ, ele falou ainda sobre Abel: 'Tem uma filha da minha idade, então sabe quando estou triste e chateado'

Campeonato Paulista|

Endrick fez o primeiro gol de 2023 na primeira partida da final do Paulistão
Endrick fez o primeiro gol de 2023 na primeira partida da final do Paulistão Endrick fez o primeiro gol de 2023 na primeira partida da final do Paulistão

Jogador mais valioso do futebol brasileiro na atualidade, Endrick admitiu estar surpreso com a atenção que ganhou desde que despontou na Copa São Paulo de Juniores do ano passado, com a camisa do Palmeiras. E disse que ainda está se acostumando com os holofotes, agora no time principal do clube paulista.

"Às vezes me pergunto: por que colocaram tanta mídia em mim? Eu não pedi isso. Tem situações que passam dos limites. 'Ah, ele é o novo Pelé'. Cara, ninguém vai ser o Pelé, ele é o Rei do Futebol. Mas, agora, não tem o que fazer, não dá para pedir que as pessoas não falem da minha vida. Sempre disse que gostaria de ter todos os brasileiros perto de mim, mas entendo cada vez mais que isso não é possível e sempre existirão pessoas para me atacar", declarou o jovem jogador em entrevista à revista GQ.

Endrick está na capa da edição de abril da revista, que conta até com um ensaio fotográfico do atleta de apenas 16 anos — completa 17 em julho. "Esses dias saiu uma matéria falando que eu estava fazendo terapia, mas é mentira. A imprensa não sabe o que está acontecendo e publica. Mas não posso fazer nada. Se for desmentir tudo o que dizem, vou viver para isso."

Na entrevista, o atacante também comentou sua relação com o técnico Abel Ferreira, que o devolveu para o banco de reservas ao longo do Paulistão. "O Abel tem uma filha da minha idade, então sabe quando estou triste e chateado. Ele consegue identificar só de olhar para mim", disse.

Continua após a publicidade

"Preciso seguir trabalhando, que é o que o Abel Ferreira me pede. Sou adulto e igual aos outros jogadores do elenco. Ninguém deve ter dó de mim ou ficar passando a mão na minha cabeça", completou.

Após despontar na Copinha do ano passado, Endrick acertou seu primeiro contrato profissional da carreira com o Palmeiras e foi promovido ao time principal na temporada passada. No Brasileirão, foi titular e marcou seu primeiro gol entre os profissionais. O incrível ano do atacante terminou com a cereja do bolo: a venda para o gigante Real Madrid.

Continua após a publicidade

O clube espanhol aceitou desembolsar 72 milhões de euros pelo atleta, o equivalente a pouco mais de R$ 400 milhões — parte do pagamento se refere a impostos a ser quitados pelo Real. Endrick se tornará, então, o jogador mais valioso em atividade no futebol brasileiro. Ele só se apresentará à equipe europeia no meio do ano que vem.

A temporada 2023, contudo, tem sido um pouco diferente. O jogador perdeu espaço entre os titulares e só marcou seu primeiro gol no ano no domingo, na derrota do Palmeiras para o Água Santa, por 2 a 1, no jogo de ida da final do Paulistão.

Disney, broncas e elogios: veja o que Abel já falou sobre Endrick em entrevistas

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.