Campeonato Paulista Lesões preocupam e Corinthians pode ter marcação desfalcada diante do São Paulo

Lesões preocupam e Corinthians pode ter marcação desfalcada diante do São Paulo

Fausto Vera, Maycon e Cantillo enfrentam problemas musculares e podem ficar de fora do clássico no Campeonato Paulista

Agência Estado - Esportes
Maycon deixou o campo contra o Guarani aos 25 minutos do 1º tempo com dores na posterior da coxa esquerda

Maycon deixou o campo contra o Guarani aos 25 minutos do 1º tempo com dores na posterior da coxa esquerda

Reprodução/Instagram/ @corinthians

O corintiano deixou a Neo Química Arena feliz da vida nesta terça-feira (24) após a virada diante do Guarani, por 2 a 1. O resultado positivo pôs a equipe na liderança do Grupo C, com 7 pontos. Apesar da alegria do torcedor, a partida trouxe uma preocupação para o técnico Fernando Lázaro. Ainda sem contar com Fausto Vera, o treinador viu dois volantes deixarem o jogo antes do final por causa de lesões musculares, o que pode comprometer a marcação no clássico diante do São Paulo, no domingo, no Morumbi.

Vera se machucou ainda na estreia do Paulistão, diante do Red Bull Bragantino, ao pisar em falso no gramado e sofrer um trauma no tornozelo direito. O argentino vem treinando, mas ainda acusa dores no local. A evolução na semana será vital para o técnico saber se poderá tê-lo ao lado de Du Queiroz. Caso contrário, pode apelar para uma dupla caseira com Roni e Du Queiroz.

Contra o Guarani, com somente 25 minutos, Maycon pediu substituição ao sentir dores na posterior da coxa esquerda. Como o jogo era em casa, Fernando Lázaro optou por Roni para deixar o time mais ofensivo. No segundo tempo, o substituto natural do camisa 5, o colombiano Cantillo, também precisou ser substituído após pouco tempo no gramado. O jogador saiu com o mesmo problema, mas no posterior da coxa direita.

Dessa vez quem teve de "quebrar o galho" foi o zagueiro Bruno Méndez, improvisado nos minutos finais. Como o Corinthians deve atuar mais na espera no clássico, Fernando Lázaro gostaria de contar com dois jogadores mais fortes na marcação e Vera deve correr contra o tempo para estar à disposição.

"Na verdade, ainda vai ter uma avaliação mais clara, tanto dos atletas que infelizmente deixaram o campo sentindo, mas aparentemente não é nada mais preocupante, assim como o Fausto, que tem evoluído bem, feito treinamentos", tenta manter o otimismo Fernando Lázaro. "Vamos aguardar." Ele sabe, contudo, que lesões musculares demoram ao menos dez dias para serem tratadas.

O técnico admite que perder jogadores em determinado setor é preocupante, e já faz até elogios a Roni, o possível parceiro de Du Queiroz caso o jogo fosse de imediato. "É uma posição que temos grandes atletas no nosso elenco. Claro que num momento curto, perder um, dois, três de uma vez vai fazer falta, mas temos possibilidades", disse. "Roni vem entrando bem em todos os jogos, é um jogador de total confiança e entende bem as funções, tanto mais atrasado (na marcação), como na frente. Desde a pré-temporada tem feito coisas positivas e ainda temos outras possibilidades que vamos trabalhar aguardando o andar (da semana)."

Sobre o clássico, além dos desfalques, outra preocupação de Fernando Lázaro é com o rendimento longe da Neo Química Arena. O futebol corintiano é pobre distante de seu torcedor e o técnico promete dar uma resposta em campo em breve.

"A gente já tem buscado, conversado nesse sentido de melhorar. É natural nesse início de temporada, até pelos ajustes, essas oscilações", explicou. "Mas já temos discutido, entendido que como equipe, para buscar os objetivos, temos de dar um passo fora de casa, com equilíbrio maior, performance maior, como em casa. É um consenso e naturalmente vamos buscar evoluir."

Avaliado em 800 milhões de reais, Vini Jr. é único brasileiro na lista de jogadores mais caros do mundo

Últimas