Campeonato Paulista Léo Condé cobra reação imediata do Novorizontino no Paulistão

Léo Condé cobra reação imediata do Novorizontino no Paulistão

Treinador havia elogiado time após perder para o Palmeiras, mas derrota para o Ituano fez com que acendesse o sinal de alerta

Treinador Léo Condé viu desempenho abaixo do esperado na segunda partida

Treinador Léo Condé viu desempenho abaixo do esperado na segunda partida

Gabriel Videira/Novorizontino

O Novorizontino encara o Mirassol neste domingo (30), às 20h30, no Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte, pela segunda rodada do Paulistão. Para o treinador Léo Condé, é obrigação do time a reação na competição, após duas derrotas consecutivas.

Se no primeiro jogo contra o Palmeiras, antecipado da quinta rodada, o treinador viu uma boa atuação da equipe apesar da derrota, após o duelo contra o Ituano, o papo foi diferente. Condé reconheceu a superioridade do adversário e assumiu que o resultado poderia ter sido pior.

"Um jogo bem abaixo daquilo que a equipe pode render. Começamos até bem até os 10 minutos, tivemos uma chance de gol que não aproveitamos e depois o Ituano acabou se sobrepondo muito à nossa equipe. Fizemos alguns ajustes no intervalo, principalmente no encaixe de marcação, que estava muito ruim no primeiro tempo, e equilibramos o jogo. E no momento em que estávamos melhor acabamos sofrendo o gol e logo em seguida o segundo. A equipe sentiu bastante", analisou.

Condé admitiu que o momento preocupa e cobrou uma reação imediata em termos de desempenho e resultado.

"O desempenho ficou bem abaixo do que sabemos que o Novorizontino pode produzir. É um momento em que perdemos do Palmeiras, perdemos um jogo fora de casa e precisamos achar o nosso ponto e o nosso melhor jogo na terceira rodada", concluiu.

Atualmente, o Tigre é o lanterna do Grupo B do Paulistão, que conta ainda com São Paulo, Ferroviária e São Bernardo.

Descubra dez curiosidades sobre o Campeonato Paulista

Últimas