Campeonato Paulista Ituano conquista o Troféu do Interior e a vaga na Copa do Brasil

Ituano conquista o Troféu do Interior e a vaga na Copa do Brasil

Galo bateu o Botafogo-SP por 3 a 0, atuando com um a mais desde o primeiro tempo, e chegou ao bicampeonato da competição

Botafogo-SP e Ituano fizeram jogo duro no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto

Botafogo-SP e Ituano fizeram jogo duro no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto

João Victor Cristovão Agência Botafogo

O Ituano é o campeão do Troféu do Interior do Campeonato Paulista 2022. Em final realizada em jogo único na noite desta quinta-feira (31), o Galo venceu a equipe do Botafogo-SP, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pelo placar de 3 a 0.

Com o resultado, o Ituano conquistou o bicampeonato da competição (venceu pela primeira vez em 2017) e garantiu sua vaga na Copa do Brasil 2023. Na sequência da temporada, o Pantera irá disputar o Campeonato Brasileiro da Série C, enquanto o Galo de Itu encara a Série B.

O jogo
O primeiro tempo foi marcado por um futebol muito pegado e truncado, com jogadas firmes nos primeiros nove minutos. Foi aí que o Ituano abriu o placar, justamente numa cobrança de falta, na qual Rafael Elias achou o zagueiro Rafael Pereira na segunda trave: 1 a 0 para o time visitante.

O Galo quase ampliou aos 17', com Lucas Siqueira de cabeça, mas Deivity fez boa defesa. Dois minutos depois, foi a vez de Tiago Reis, do Botafogo, cabecear e levar perigo, obrigando Pegorari a espalmar para fora. Aos 25', novamente Pegorari fez boa defesa, após chute forte de Filippe Soutto.

Porém, a situação do Pantera ficou mais difícil aos 36, quando Tárik recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso, após falta dura em Marlon.

No segundo tempo, com um a mais, o Ituano começou pressionando, buscando garantir o título e praticamente garantiu a vitória aos sete minutos, quando Aylon aproveitou sobra da zaga botafoguense e bateu sem chances para Deivity.

Aos 14 minutos, Kaio cruzou e Aylon desviou de cabeça, mas a bola passou raspando a trave, para alívio de Deivity, que já havia desistido do lance. Um minuto depois, Kaio arriscou de longe e Deivity defendeu.

No lance seguinte, quase o Botafogo-SP diminuiu num lance bizarro. Jean Victor chutou de longe, Pegorari tentou encaixar, ela escapou e foi em direção ao gol, mas o goleiro salvou. 

Aos 36, no entanto, o Galo tratou de garantir a conquista. Igor Henrique recebeu de Rafael Elias e, no seu primeiro toque na bola, acertou o ângulo de Deivity, para fazer 3 a 0. 

A torcida do time da casa começou a deixar o estádio, enquanto o elenco e a comissão técnica do rubro-negro fizeram a festa com seus torcedores ao apito final do árbitro.

FICHA TÉCNICA
Botafogo-SP 0 x 3 Ituano
Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Data e hora: quinta-feira (31/3), às 20h
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo
Auxiliares: Fabrini Bevilaqua Costa e Daniel Luis Marques

Gol: Rafael Pereira, aos 09'/1T, Aylon, aos 08'/2T e Igor Henrique, aos 36'/2T (Ituano)

BOTAFOGO-SP: Deivity; Diego Guerra, Tárik e Joseph; Marlon (Morales), Filippe Soutto, Emerson, Mantuan (Dudu) e Jean Victor; Bruno Michel (João Lucas) e Tiago Reis (Matheus Carvalho). Técnico: Leandro Zago.

ITUANO: Pegorari; Pacheco, Léo Santos, Bernardo, Rafael Pereira (Jímenez) e Roberto (Mário Sérgio); Kaio (Gabriel Barros) e Lucas Siqueira; Rafael Elias, Aylon (Gérson Magrão) e João Victor (Igor Henrique). Técnico: Mazola Júnior.

Luís Castro é o 1º português e 5º europeu a comandar o Botafogo; saiba quem foram os outros

Últimas