Campeonato Paulista Ídolo do clube, Ceni busca primeiro título como técnico do São Paulo

Ídolo do clube, Ceni busca primeiro título como técnico do São Paulo

Ex-goleiro conquistou 18 títulos como jogador e busca no Paulistão 2022 seu primeiro troféu como treinador do Tricolor

Rogério Ceni comanda treino aberto do São Paulo com mais de 21 mil torcedores no Morumbi

Rogério Ceni comanda treino aberto do São Paulo com mais de 21 mil torcedores no Morumbi

São Paulo FC (02.03.2022)

O São Paulo pode garantir o bicampeonato estadual neste domingo (3) ao enfrentar o Palmeiras na grande final do Paulistão 2022, no Allianz Parque, às 16h. Caso conquiste o título, o ex-goleiro e ídolo são-paulino Rogério Ceni poderá levantar seu quarto troféu do torneio, o primeiro como treinador. Além disso, em caso de festa tricolor, esse também será seu primeiro título no comando do clube.

“Se a gente conseguir, será muito especial, visto que é uma outra carreira, outra função, no clube em que eu trabalhei 25 anos. Teria um significado muito especial para mim. Uma pena que tem o Palmeiras pela frente ainda e tem, no mínimo, 90 minutos para a gente enfrentar uma grande equipe", afirmou Ceni em coletiva após o treino no estádio do Morumbi, na véspera da final.

"Mas, acontecendo, saiba que é uma realização para a minha carreira, com quase 30 anos trabalhando nesse clube como atleta, mas ainda há uma longa caminhada pela frente", completou.

Como goleiro, Rogério foi campeão do estadual em 1998, 2000 e 2005, tendo sido, nessas três ocasiões, o arqueiro titular da equipe do Morumbi – único time que defendeu na carreira. Depois, como treinador, ele conquistou o Campeonato Cearense, em 2019 e 2020, quando ainda comandava o Fortaleza, e o Carioca, em 2021 pelo Flamengo.

"Pra mim, viver aqui já é especial. Viver do futebol é o que escolhi da minha vida, resolvi viver a carreira perto do futebol, trabalhar a céu aberto, todo dia, com sol, chuva. Fui bancário durante quatro anos, com teto fechado. Esses dias sempre são especiais", afirmou.

"O Paulista tem 25% dos times da Série A. As semifinais do Paulista envolvem três times da Libertadores e um da Sul-Americana. Três dos sete primeiros colocados do ano passado. E tem um clássico contra um grande rival, um dos três melhores times do país, campeão da Libertadores, tudo isso agrega importância", exaltou o treinador, avaliando a disputa do Paulistão.

Trajetória
Durante sua carreira como goleiro, Rogério Ceni conquistou ao todo 18 títulos pelo São Paulo, sendo 12 dentro de campo, como titular. Entre eles estão as já citadas conquistas do Campeonato Paulista, a Libertadores e o Mundial de Clubes de 2005, além do tricampeonato Brasileiro, em 2006, 2007 e 2008.

Já como treinador, além de vencer os estaduais, Ceni foi campeão com o Flamengo do Brasileirão, da Supercopa do Brasil e da Taça Guanabara. Com o Fortaleza, conquistou o título da Série B, em 2018, e da Copa do Nordeste, em 2019.

Novo capítulo
Para ser campeão paulista em 2022, Rogério Ceni vai para o segundo jogo com a vantagem, visto que venceu o jogo de ida por 3 a 1 na última quarta-feira (30), no estádio do Morumbi.

Com esse placar, o Tricolor pode ser derrotado até por um gol de diferença que, mesmo assim, fica com a taça. Uma vitória do Alviverde por dois gols de diferença leva a partida para os pênaltis.

O segundo duelo da grande final está marcado para este domingo, às 16h, no Allianz Parque. O duelo terá transmissão da Record TV, do R7 e do PlayPlus.

Reencontro após 6 a 0 e mão na bola salvadora: as curiosidades dos grupos da Copa do Mundo de 2022

Últimas