Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Campeonato Paulista - NO REFRESH
Publicidade

Herói do Água Santa diz que elenco 'comprou projeto' e sonha com final do Paulistão

Ygor Vinhas pegou o último pênalti do São Paulo e colocou o time de Diadema em sua primeira semifinal da elite do estadual

Campeonato Paulista|Gabriel Herbelha, do R7


Ygor Vinhas pega a cobrança decisiva de Jhegson Méndez
Ygor Vinhas pega a cobrança decisiva de Jhegson Méndez

Herói do Água Santa na histórica classificação para as semifinais do Campeonato Paulista contra o São Paulo, o goleiro Ygor Vinhas contou os detalhes da preparação para as penalidades máximas na partida, e valorizou o trabalho do técnico Thiago Carpini.

Na disputa de pênaltis, a estrela do arqueiro brilhou, e ele defendeu a última e decisiva cobrança de Jhegson Méndez, volante do São Paulo. 

“Fizemos um primeiro tempo abaixo, mas fizemos um grande segundo tempo. Seguramos, soubemos sofrer. E nos pênaltis fomos felizes e passamos para as semis que era o nosso principal objetivo quando chegamos aqui hoje”, comenta Vinhas, sobre a noite mágica vivida pelo Água Santa no mata-mata do Paulista.

“O objetivo inicial era esse [permanecer na série A1], deixar o clube onde a gente encontrou, mas no contexto geral, com toda a evolução que a gente teve na competição, hoje a gente chegou aqui buscando coisas maiores, com a mentalidade de que a gente tinha condição de passar”, completa o goleiro.

Publicidade

Ainda na zona mista do Allianz Parque, o jogador ressaltou a importância do treinador Thiago Carpini para o sucesso do clube de Diadema no estadual. Nesta semana, Carpini teve o contrato renovado até dezembro de 2024.

“Ele [Thiago Carpini] é o chefe de tudo para falar a verdade. Tudo que estamos vivendo hoje passa pelas mãos dele. Ele tinha em mente um projeto, passou para gente, abraçamos e confiamos no projeto, e hoje estamos aqui comemorando", conta o goleiro.

Publicidade

Titular na maior parte dos jogos dos Aquáticos no Paulistão, o goleiro de 28 anos chegou ao clube em janeiro último, após passagem de mais de quatro anos pela Ponte Preta, em que chegou a deixar o goleiro Ivan, com passagem pelo Corinthians e hoje no Vasco, no banco de reservas.

A estrela da noite conta ainda que recebeu uma "cola" com a indicação de onde os jogadores são-paulinos eram mais propensos a chutar o pênalti, mas que com as substituições ao longo do jogo, teve que se atentar aos movimentos dos rivais para decidir a estratégia.

“A parte da inteligência do clube faz um estudo legal, e passa uma lista para gente. Só que infelizmente no contexto da partida saíram jogadores e só ficaram dois que estava na lista, e os outros eu tive que ir analisando o comportamento, forma de enquadrar o corpo, fui feliz na última defesa.”

Por ter feito a quarta melhor campanha geral do Paulista, o tubarão-azul terá a vantagem de jogar a partida decisiva das semifinais em casa, no Estádio Distrital do Inamar. O clube vai enfrentrar o Red Bull Bragantino, que passou pelo Botafogo-SP nas quartas de final.

Confira as melhores fotos do confronto entre São Paulo e Água Santa, pelas quartas do Paulistão

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.