Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Em final com 'surpresas' no Paulistão, Água Santa guarda carta na manga contra o Palmeiras

Netuno chega com uma das melhores defesas, e Alviverde está invicto; jogo acontece neste domingo (2), na Arena Barueri

Campeonato Paulista|Isabella Pugliese Vellani*, do R7

O Água Santa de Thiago Carpini conquistou uma vaga para a final do Paulistão após derrotar o RB Bragantino
O Água Santa de Thiago Carpini conquistou uma vaga para a final do Paulistão após derrotar o RB Bragantino O Água Santa de Thiago Carpini conquistou uma vaga para a final do Paulistão após derrotar o RB Bragantino

No início do Paulistão, alguns clubes eram cotados como os favoritos da competição. Por falta de sorte, tática ou desempenho, equipes ficaram pelo caminho e apenas duas chegaram à grande final: Água Santa e Palmeiras. O Netuno é uma surpresa na decisão, e o Palmeiras costuma apresentar novidades a cada partida.

Felipe Silva, preparador de goleiros do time de Diadema, acredita que, pela quantidade de disputas que já ocorreram no estadual, não existem mais surpresas para a final, mas reconhece que a equipe precisará se dedicar, para competir com a qualidade do adversário alviverde.

"Vamos nos doar um pouco mais, nos dedicar um pouco mais, competir mais do que o nosso adversário. Esse é um dos caminhos para que a gente possa surpreender e fazer um grande jogo contra eles", projetou em entrevista ao R7.

O Netuno tem a segunda melhor campanha de goleiros do Paulistão, atrás apenas do Palmeiras. Ao todo, Ygor Vinhas, goleiro do Água Santa, sofreu apenas dez gols. Para o preparador, o setor defensivo fortalecido é fruto do trabalho do treinador Thiago Carpini e de toda a comissão técnica, que torna a equipe mais "sólida e fortalecida".

Publicidade

"Nós temos estudado e nos preparado para conseguir neutralizar da melhor maneira possível o Palmeiras", comenta, ao elogiar o trabalho feito por Abel Ferreira, treinador rival, que surge com novas escalações e formações táticas para cada partida disputada.

Com poucas mudanças feitas no decorrer do torneio, Felipe acredita que estar na final do campeonato estadual mais competitivo do Brasil é outro fator motivacional para o time, mas adverte que os últimos jogos podem ser intensos, já que cada clube possui um perfil.

Publicidade

Nas quartas de final, o Água Santa derrotou o São Paulo nos pênaltis. Na semifinal, a vítima do Netuno foi o RB Bragantino, que também perdeu a classificação nos pênaltis. O Palmeiras venceu o São Bernardo nas quartas por 1 a 0 e o Ituano na semi, repetindo o placar.

A primeira disputa da decisão do Campeonato Paulista, entre Água Santa e Palmeiras, acontece neste domingo (2), às 16h (de Brasília). O jogo, na Arena Barueri, será transmitido pela Record TV, com narração de Cléber Machado, e pelo R7.

Publicidade

* Estagiária do R7, sob supervisão de Carla Canteras

Palmeiras tem folha salarial 22 vezes maior que do Água Santa; entenda as duas realidades

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.