Campeonato Paulista Depois de 5 anos, São Paulo pode ter o artilheiro do Paulistão

Depois de 5 anos, São Paulo pode ter o artilheiro do Paulistão

Argentino Jonathan Calleri tem oito gols e está a um de se igualar ao atacante Ronaldo, da Inter de Limeira

Joanthan Calleri comemora o segundo gol marcado contra o Palmeiras

Joanthan Calleri comemora o segundo gol marcado contra o Palmeiras

Renato Pizzutto / Ag. Paulistão

Com os dois gols marcados na vitória por 3 a 1 em cima do Palmeiras no primeiro jogo da final do Paulistão 2022, no Morumbi, o atacante Jonathan Calleri chegou aos oito gols pelo São Paulo no estadual e está a um do artilheiro principal: Ronaldo, da Inter de Limeira.

Se o argentino balançar a rede pelo menos uma vez, no duelo de volta, que acontece neste domingo (3), às 16h, no Allianz Parque, o Tricolor voltará a ter o goleador geral do estadual após cinco anos.

O último artilheiro do time no Campeonato Paulista foi o atacante Gilberto, que em 2017 marcou nove gols em 11 jogos e dividiu o posto com Willian Potker, da Ponte Preta. Calleri tem oito assinalados em 14 partidas.


No estadual de 2014, Luís Fabiano foi um dos quatro goleadores gerais com nove gols, ao lado de Alan Kardec (Palmeiras), Léo (Rio Claro) e Cícero (Santos).

Neste atual formato do Paulistão (16 clubes), que vigora desde 2017, nenhum artilheiro conseguiu chegar a dez gols. Em 2017, Gilberto e Potker fizeram nove. Nos anos seguintes os goleadores foram: Borja, do Palmeiras, com sete (2018); Jean Motta, do Santos, com sete (2019); Ytalo, do RB Bragantino, com sete (2020); e Bruno Mezenga, da Ferroviária, com nove (2021).

Confira os últimos 10 artilheiros do Paulistão:

2021 – Bruno Mezenga (Ferroviária) – 9 gols
2020 – Ytalo (RB Bragantino) – 7 gols
2019 – Jean Mota (Santos) – 7 gols
2018 – Borja (Palmeiras) – 7 gols
2017 – Willian Potker (Ponte Preta) e Gilberto (São Paulo) – 9 gols
2016 – Roger (RB Bragantino) – 11 gols
2015 – Ricardo Oliveira (Santos) – 11 gols
2014 – Alan Kardec (Palmeiras), Léo (Rio Claro), Cícero (Santos) e Luís Fabiano (São Paulo) – 9 gols
2013 – William (Ponte Preta) – 13 gols
2012 – Neymar (Santos) – 20 gols

Luís Castro é o 1º português e 5º europeu a comandar o Botafogo; saiba quem foram os outros

Últimas