Campeonato Paulista Corinthians quer ficar com 20% de GP para finalizar a venda

Corinthians quer ficar com 20% de GP para finalizar a venda

Grupo City ofereceu cerca R$ 25 milhões por 70% dos direitos econômicos de Gabriel Pereira

Gabriel Pereira, o "GP", em treino no CT Joaquim Grava

Gabriel Pereira, o "GP", em treino no CT Joaquim Grava

Rodrigo Coca / Agência Corinthians

A venda do atacante Gabriel Pereira, o “GP”, está prestes a ser confirmada para o Grupo City. No entanto, para aceitar a proposta que gira em torno de 5 milhões de euros (R$ 25 milhões), o Corinthians quer ficar com 20% dos direitos econômicos, segundo informações da Gazeta Esportiva. O jogador deverá se transferir de imediato para o New York City, da MLS (Major League Soccer), dos Estados Unidos.

O atleta de 20 anos tem contrato com o time de Parque São Jorge até o próximo dia 31. No ano passado, a diretoria chegou a anunciar uma prorrogação do vínculo, mas não registrou o novo contrato, já que recebeu algumas propostas do exterior e o percentual do passe vigente é 5% maior (70%). A outra parte pertence ao Guarani. Se tivesse registrado o novo acordo, o Timão ficaria em 65%.


Além do clube dos Estados Unidos, o Grupo City é acionista majoritário de outros oito clubes pelo mundo. O principal deles é o Manchester City, da Inglaterra. Na Europa, tem ainda o Girona (Espanha). Gabriel Pereira veio do Guarani ao Corinthians em 2017 e subiu ao profissional no ano passado. São 47 jogos disputados e dois gols marcados.

Por conta da negociação, o atacante já não vem treinando com o elenco e não foi relacionado para o clássico contra o São Paulo, no último final de semana. Neste sábado (dia 12), o Timão recebe a Ponte Preta, às 18h30, na Neo Química Arena, pela 11ª rodada do Campeonato Paulista.

Confira quais jogadores de Ucrânia e Rússia já entraram na mira de clubes brasileiros após aval da Fifa
 

Últimas