Campeonato Paulista Ceni quer São Paulo competitivo: 'Espetáculo é um pouco mais difícil'

Ceni quer São Paulo competitivo: 'Espetáculo é um pouco mais difícil'

Técnico também falou sobre Marquinhos, autor do gol salvador na vitória contra o Santo André, a primeira no Paulistão

O São Paulo venceu a primeira partida no Campeonato Paulista na noite desta quarta-feira (9), diante do Santo André. Com gol salvador de Marquinhos, nos acréscimos do segundo tempo, o Tricolor garantiu os primeiros três pontos e respirou aliviado na competição. Ao apito final, Rogério Ceni avaliou a partida.

“Acho que ainda podemos melhorar bastante. Individualmente a parte física de alguns jogadores está bem abaixo. Hoje o Arboleda sentiu bastante cansaço, o próprio Nikão, a gente tem segurado porque ele ao longo dos minutos tem se desgastado", avaliou o comandante.

Rogério Ceni durante partida contra o Santo André pelo Paulistão

Rogério Ceni durante partida contra o Santo André pelo Paulistão

Rubens Chiri / SPFC.net

"Já coletivamente, precisamos tentar em mais sessões de treino, conseguir flutuar mais por dentro. A gente tem conseguido bastante pelas laterais, com muitos cruzamentos. Com exceção do RB Bragantino, que foi um jogo bem parelho, os adversários se fecham muito e precisamos tentar criar pelas laterais do campo", completou.

“Nós vamos tentar melhorias, vamos tentar competir cada vez mais. Na maioria dos jogos, mesmo não jogando tão bem, nós fomos superiores aos nossos adversários", disse o comandante que seguiu o discurso de "manter os pés no chão".

"Agora o espetáculo é um pouco mais difícil. Vamos tentar vencer os jogos, ser competitivos, encontrar alternativas. Mas dar espetáculos é relativo. Nós não estamos prontos para isso ainda.”

'Herói' em sete minutos

Autor do único gol da partida, Marquinhos iniciou o jogo no banco de reservas, mas entrou no lugar de Alisson, aos 38 minutos do segundo tempo. Apenas sete minutos em campo foram suficientes para que o atleta se sobressaísse e garantisse a vitória para o Tricolor.

“Marquinhos é um ótimo menino, bom de se trabalhar todos os dias. Precisa se desenvolver principalmente a tomada de decisões finais. É um jogador que tem força e raça. Sofre um pouco no um contra um, a não ser em mudança de direção, que ele é bom. Foi coroado com o gol, foi importante. Mas ainda tem uma margem muito grande de evolução, é jovem, precisa amadurecer, evoluir e será utilizado da melhor maneira pro clube", afirmou o treinador.

O São Paulo volta a campo no próximo domingo (13), quando viaja até Campinas para encarar a Ponte Preta no estádio Moisés Lucarelli.

Relembre a carreira vitoriosa de Muller nos gramados do Brasil e do mundo

Últimas