Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Campeões por Corinthians e Palmeiras: medalhões vão jogar no interior de SP

Confira a lista de jogadores rodados no futebol brasileiro que vão jogar as Séries A2 e A3 do Paulista

Campeonato Paulista|Do Live Futebol BR

Everton é um dos medalhões que vão disputar a Série A2 do Paulista em 2023
Everton é um dos medalhões que vão disputar a Série A2 do Paulista em 2023 Everton é um dos medalhões que vão disputar a Série A2 do Paulista em 2023

Não é segredo para ninguém que o Campeonato Paulista é o estadual mais atrativo do Brasil. E não é apenas na primeira divisão. É comum, por exemplo, jogadores considerados medalhões disputarem as Séries A2 e A3.

Em 2023 não será diferente. A principal contratação da Série A2 até o momento foi o meia Bruno César, ex-Corinthians, Palmeiras e Vasco da Gama. Aos 35 anos, o experiente jogador vai defender o tradicional XV de Piracicaba.

Leia também

A divisão ainda tem jogadores que conquistaram títulos importantes com camisas de grandes clubes. Os zagueiros Diego Sacoman e Maurício Ramos vão defender Juventus e Portuguesa Santista, respectivamente. Já o atacante Everton, ex-Flamengo e São Paulo, vai atuar pela Ponte Preta.

Diferente de anos anteriores, a Série A3 de 2023 vai ter poucas caras conhecidas. Pelo menos por enquanto. O nome mais famoso até aqui é o do zagueiro Cleber Reis, ex-Corinthians, Santos e Ponte Preta.

Publicidade

Confira jogadores que vão disputar a A3 e A2 do Paulista

PAULISTA A2

Publicidade

Alan Mineiro (Comercial)

Aos 35 anos, o meia fez história com a camisa do Vila Nova-GO e teve uma passagem apagada pelo Corinthians em 2016. Alan Mineiro defendeu também Fortaleza-CE, Ferroviária e Bragantino, entre outros.

Publicidade

Bruno César (XV de Piracicaba)

Uma das contratações mais impactantes da Série A2. Hoje com 35 anos, o meia defendeu Corinthians, Palmeiras e Vasco da Gama, além de ter atuado pelos dois maiores clubes de Portugal: Benfica e Sporting.

Diego Sacoman (Juventus)

Revelado nas categorias de base do Corinthians, Diego Sacoman fez parte do elenco campeão da Série B (2008), do Paulistão (2009) e da Copa do Brasil (2009). O zagueiro de 36 anos atuou também por Ponte Preta, Santa Cruz-PE, Bragantino e Portuguesa.

Everton (Ponte Preta)

Campeão brasileiro de 2009 pelo Flamengo, por quem atuou em mais de 200 partidas, Everton tem 34 anos e defendeu ainda Grêmio, São Paulo, Botafogo e Athletico-PR. Está na Ponte Preta desde o ano passado, quando sofreu uma fratura num dos tornozelos e perdeu boa parte da Série B.

Maurício Ramos (Portuguesa Santista)

O defensor de 37 anos foi peça importante no time de Luiz Felipe Scolari, que levou o Palmeiras ao título da Copa do Brasil de 2012. Maurício Ramos tem passagens ainda por Vitória-BA, Chapecoense-SC e Coritiba-PR.

Sérgio Mota (Oeste)

Surgiu com muita expectativa no São Paulo, inclusive com passagens pela base da seleção brasileira, mas não vingou no profissional do Tricolor. Hoje com 33 anos, o meia rodou por Ceará, América-MG, Botafogo-SP, Luverdense-MT, CRB-AL e Vitória-BA antes de chegar ao Oeste em 2022.

Rodrigo Arroz (Primavera)

Ídolo do Primavera, onde está desde 2020, o zagueiro de 38 anos foi revelado no Flamengo e campeão da Copa do Brasil de 2006. Arroz passou por Guarani, Caxias-RS e Sampaio Corrêa-MA.

Roger Bernardo (Rio Claro)

O zagueiro de 37 anos surgiu na base do Palmeiras e defendeu Guarani, Figueirense-SC, Atlético-MG, Internacional de Limeira e Ferroviária, além de ter ficado dez temporadas na Alemanha, em clubes modestos, como Energie Cottbus e Ingolstadt.

PAULISTA A3

Cleber Reis (União Suzano)

Sem jogar desde 2020, quando teve uma passagem apagada pela Ponte Preta, Cléber Reis fechou com o União Suzano. O zagueiro de 32 anos atuou por Corinthians e Santos, além de defender o tradicional Hamburgo, da Alemanha, por duas temporadas.

Giovanni Palmieri (Grêmio Prudente)

O lateral-esquerdo, que também pode jogar como meia, surgiu no Noroeste e passou por Criciúma-SC, Fluminense, Náutico-PE, América-MG, Ponte Preta, Bahia-BA e Cruzeiro. O jogador de 33 anos é irmão de Emerson Palmieri, ex-Roma, da Itália, e Chelsea, da Inglaterra, e atualmente defende o West Ham, da Inglaterra.

João Paulo (Desportivo Brasil)

Não é medalhão — tem 26 anos —, mas já é bastante rodado no futebol brasileiro. Surgiu bem nas categorias de base do São Paulo e, depois de não conseguir se firmar nos profissionais, passou por Bahia-BA, Criciúma-SC, Ceará-CE, Oeste e Guarani.

De Endrick a Mbappé: veja os jogadores sub-20 mais caros de todos os tempos

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.