Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Campeonato Paulista - NO REFRESH
Publicidade

Artilheiro do São Paulo é argentino, veio de ‘presente’ para o Tricolor e não é Calleri

Contratado em operação com grupo de investidores, Galoppo é a aquisição mais cara da história do clube

Campeonato Paulista|Do R7


Galoppo comemora gol marcado contra a Portuguesa, pelo Paulistão
Galoppo comemora gol marcado contra a Portuguesa, pelo Paulistão

Neste início de ano no São Paulo, ninguém ainda teve tanto destaque quanto Giuliano Galoppo, meio-campo que é artilheiro do time no Paulistão, com três gols.

Contratado a peso de ouro, em julho do ano passado, do Banfield, da Argentina, o jogador, de 23 anos, demorou para emplacar com a camisa tricolor e disputou apenas sete jogos como titular em 2022.

Em um negócio que pode chegar ao preço final de 6 milhões de dólares (R$ 32 milhões), o valor torna Galoppo a contratação mais cara da história do clube do Morumbi — responsabilidade grande para o atleta, considerado ainda uma promessa.

Neste ano, o jogador foi titular em apenas uma oportunidade, contra a Portuguesa, pela quarta rodada do campeonato estadual. Escalado como centroavante, aproveitou a chance, marcou duas vezes na goleada por 4 a 1 e pôs seu nome de vez numa vaga entre os titulares.

Publicidade

O argentino já havia sido destaque na segunda rodada, contra a Ferroviária, quando saiu do banco de reservas e marcou o gol da virada do Tricolor, que garantiu a primeira vitória do clube no ano.

Por que ele ainda é reserva?

O excesso de jogadores estrangeiros no elenco são-paulino ainda é um problema para que o argentino tenha uma sequência no time titular, ainda que os números joguem a favor dele.

Publicidade

Ao todo, o plantel do time conta com oito estrangeiros, e a CBF só permite cinco "gringos" relacionados para um jogo.

“Para utilizar Galoppo, eu tenho que tirar um desses jogadores, e não tenho nenhum lateral-direito. Ele não joga nessa posição. Então, por mais que as pessoas não tenham conhecimento, não saibam, essa é realidade do momento. Alguém tem que ficar de fora das escolhas”, declarou Rogério Ceni, ao justificar o fato de Galoppo nem sequer ter sido listado para o clássico contra o Corinthians, no último domingo (29).

Publicidade

‘Presente’ para o São Paulo

Como diz o ditado, “não existe almoço grátis”; mas, de fato, o São Paulo montou uma operação que contou com a ajuda de investidores para fechar a contratação do meia argentino.

Quando ele foi anunciado, em julho do ano passado, o clube paulista informou que a operação de compra do jogador foi feita por criptomoedas, com a participação de patrocinadores.

O valor investido na compra — cerca de 4 milhões de dólares (R$ 21,1 milhões), mas que pode chegar a 6 milhões de dólares — veio de 12 investidores, que trabalham para recuperar o valor por meio de outras ações com o clube.

Características do jogador

A versatilidade do argentino é um dos seus principais trunfos. No São Paulo, já atuou como segundo volante, meio-campista central e centroavante.

Além de conseguir jogar pelos lados do campo, Galoppo tem boa "pegada" na marcação e se destaca na construção de jogadas e na facilidade em pisar na área adversária. O que ainda depõe contra o jogador talvez seja a falta de intensidade durante alguns momentos das partidas.

Endrick, Pedro e Popó: conheça as promessas do Paulistão 2023

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.