Campeonato Carioca Vasco faz acordo para venda de 70% da SAF por R$ 700 milhões

Vasco faz acordo para venda de 70% da SAF por R$ 700 milhões

Empresa americana 777 Partners assumirá ainda as dívidas do clube e fará transferência imediata de R$ 70 milhões

Presidente Jorge Salgado entre Josh Wander (à esq.) e Juan Arciniegas, da 777

Presidente Jorge Salgado entre Josh Wander (à esq.) e Juan Arciniegas, da 777

Divulgação/Vasco

O Vasco oficializou na noite desta segunda-feira (21) o acordo para a venda de 70% da sua SAF (Sociedade Anônima de Futebol) para a empresa americana 777 Partners, por R$ 700 milhões.

Ao vender grande parte das suas ações, o Gigante da Colina adota as mesmas medidas que Botafogo e Cruzeiro, porém, com valores e condições diferentes. O acordo entre a 777 Partners e a diretoria vascaína bate o recorde no futebol brasileiro até o momento.

"Incluindo a dívida de R$ 700 milhões a ser assumida pelo Vasco SAF, a oferta valoriza a SAF em R$ 1,7 bilhão, tornando esta a maior transação da história do futebol brasileiro. A 777 Partners concordou em fazer ao CRVG um empréstimo-ponte de R$ 70 milhões, conversível em ações do Vasco SAF no fechamento da transação", disse o clube cruz-maltino em nota oficial. A negociação prevê, ainda, uma possível reforma em São Januário.

Embora o acordo tenha sido anunciado, a venda das ações só será oficializada através da aprovação dos sócios na assembleia geral do clube. Durante um período de 90 dias, etapa dos trâmites políticos e burocráticos, que incluem a própria redação do contrato, a 777 Partners vai analisar o Vasco e suas demandas.

Vale destacar que o acordo ainda é "não vinculante", ou seja, o documento não trará obrigações para as partes (Vasco ou empresa) até que o negócio seja, de fato, consumado.

Últimas