Campeonato Carioca Philipe Sampaio destaca projeto do 'novo' Botafogo: 'Muito feliz'

Philipe Sampaio destaca projeto do 'novo' Botafogo: 'Muito feliz'

Zagueiro de 27 anos foi anunciado nesta quarta-feira (9) como novo jogador do Glorioso

Philipe Sampaio assina contrato para ser o novo zagueiro do Botafogo

Philipe Sampaio assina contrato para ser o novo zagueiro do Botafogo

Vitor Silva/Botafogo

Anunciado nesta quarta-feira (9) como a primeira contratação da "Era John Textor", Philipe Sampaio falou pela primeira vez como jogador do Botafogo. Em entrevista ao canal oficial do Glorioso, o zagueiro ex-Guingamp, da França, comemorou o acerto com o clube carioca e destacou como o novo projeto chamou atenção.

Com sua carreira como profissional tendo sido construída na Europa, Philipe Sampaio revelou que não pensou duas vezes quando apareceu a proposta do Botafogo. No país, o defensor vestiu as camisas de São Paulo e Santos nas categorias de base, e do Paulista. Após isso, foi rumo ao futebol do velho continente para atuar em Portugal, Rússia e França.

"Quando surgiu isso já vinha acompanhando as notícias de que seria um novo projeto. Quando apareceu, não hesitei e já comuniquei minha família e falei: 'Quero ir, pode ser a oportunidade de voltar ao meu país e retornar a um grande clube'", disse Sampaio.

O Botafogo vem agindo com cautela no mercado de transferências. Philipe Sampaio foi o primeiro reforço anunciado e o clube ainda deve oficializar a contratação de Lucas Piazón, meio-campista ex-Braga, de Portugal. Isso porque a nova postura do clube, sob a gestão de John Textor, enxerga que é preciso ser certeiro nas negociações.

"O Botafogo é um grande clube, é claro que precisará ter paciência porque o projeto leva tempo, a longo prazo muitas vezes, mas podem esperar um grupo com muita vontade de reverter essa situação", disse Philipe Sampaio.

Além de Philipe e Piazón, o Botafogo ainda tem negociações avançadas com o lateral-direito argentino Renzo Saravia, ex-Internacional, e conversa pelas chegadas de Vitinho, do Dínamo de Kiev, da Ucrânia, e Kaio Pantaleã, do Krasnodar, da Rússia.

Clubes brasileiros entram em lista das bases mais rentáveis do mundo
 

Últimas