Campeonato Carioca Nova Iguaçu vence a Portuguesa-RJ em confronto direto

Nova Iguaçu vence a Portuguesa-RJ em confronto direto

Partida no Laranjão valia vantagem na classificação pensando em vaga na próxima Copa do Brasil

Dedé comemora o gol da vitória sobre a Lusa com o torcedor do Nova Iguaçu

Dedé comemora o gol da vitória sobre a Lusa com o torcedor do Nova Iguaçu

Divulgação/Nova Iguaçu

Em partida válida pela décima rodada da Taça Guanabara, Nova Iguaçu e Portuguesa-RJ se enfrentaram na manhã deste sábado (5), no estádio Jânio Moraes, na Baixada Fluminense. O Laranjão venceu pelo placar de 1 a 0, com gol marcado por Dedé, já na segunda etapa.

O duelo no Jânio Moraes (Laranjão) era bem mais do que uma simples partida pela reta final do Campeonato Carioca. Com as duas equipes coladas na disputa do Torneio Independência (taça interna entre os pequenos por duas vagas na Copa do Brasil), Nova Iguaçu e Portuguesa travaram um duelo equilibrado, mas com poucas chances ao longo dos 90 minutos.

Na primeira etapa, os donos da casa assustaram a meta do goleiro Carlão, principalmente com o meia Rodrigo Andrade, camisa 10 e referência da equipe treinada por Carlos Vitor.

A Lusa respondia com raras investidas pelo lado direito com Watson e Romarinho, mas pouco conseguia ser efetiva na criação de chances claras. O cansaço por conta da classificação na Copa do Brasil, na última quarta-feira, pesou no forte calor pela manhã deste sábado.

Lance do 1º tempo entre Nova Iguaçu e Portuguesa-RJ

Lance do 1º tempo entre Nova Iguaçu e Portuguesa-RJ

Vitor Melo/Nova Iguaçu FC (05.03.2022)

Na segunda etapa, o Laranjão começou a intensificar o seu jogo e, com o apoio da sua torcida, foi para cima da Portuguesa-RJ em busca da vitória. Aos 15 minutos, Yan dividiu duas vezes com a zaga da Lusa e a bola sobrou para Dedé bater forte, sem chances para Carlão.

Exausta, mas sem se entregar, a Lusa tentou reagir cinco minutos depois, após a parada técnica, mas o volante Sidão acabou perdendo o tempo da finalização na entrada da pequena área.

O Nova Iguaçu ainda teve um gol anulado na casa dos 30 minutos. Samuel Granada girou para cima da marcação, bateu forte, mas Carlão fez grande defesa. O goleiro deu rebote para Juan, que finalizou para o fundo do gol. O atacante estava em posição irregular e lamentou o lance.

Aos 45 minutos, Miller foi derrubado dentro da grande área, mas o árbitro Rodrigo Carvalhaes de Miranda não assinalou pênalti para a Lusa. A equipe da Ilha do Governador foi à loucura com o lance, e o jogador, por reclamação, acabou sendo expulso.

Confusão no fim

Após o apito final, jogadores, comissão técnica e dirigentes da Portuguesa-RJ acabaram protagonizando cenas lamentáveis ao invadirem o gramado para cobrar o suposto erro de arbitragem. Na confusão, Denis Alves, técnico auxiliar que substituiu Toninho Andrade, e Rafael Pernão, também foram expulsos. 

Com a vitória, o Laranjão abriu vantagem da Portuguesa-RJ por uma vaga na próxima Copa do Brasil. A equipe da Baixada Fluminense encostou no Madureira, líder do Torneio Independência, e joga na última rodada pela garantia de presença em competições nacionais no próximo ano.

Próximos jogos

O Nova Iguaçu volta a campo no próximo domingo (13), contra o Madureira, mais uma vez no Laranjão. A Portuguesa-RJ, por sua vez, recebe o Volta Redonda no mesmo dia, no Luso-Brasileiro.

FICHA TÉCNICA
Nova Iguaçu 1 x 0 Portuguesa-RJ
Local: Estádio Jânio Moraes, Nova Iguaçu (RJ)
Data e hora: sábado (05/03), às 11h
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Auxiliares: Rafael Gomes Rosa e Diogo Neto Corrêa Dique Turco
Gol: Dedé 15'/2ºT (Nova Iguaçu)
Cartões amarelos: Abuda e Gabriel Santana (Nova Iguaçu) / Patrick, Raphael Carioca, Geovani e Miller (Portuguesa-RJ)
Cartão vermelho: Miller, Denis Alves e Raphael Pernão (Portuguesa-RJ)

NOVA IGUAÇU: Luis Henrique; Vinicius, Gabriel Pinheiro, Nathan e Rafinha; Abuda (Gabriel Santana), Vandinho, Dedé (Juan) e Rodrigo Andrade (Andrey); Yan (Carlos Henrique) e Samuel Granada (João Pedro). Técnico: Carlos Vitor

PORTUGUESA-RJ: Carlão; Watson, Marcão, Leandro Amaro e Sánchez; Sidão (Feitosa), Netinho (Miller), Patrick (Geovani) e Romarinho (João Paulo); Rafael Pernão e Júnior Pirambu (Raphael Carioca). Técnico: Denis Alves

Últimas